Governo condecora colombianos que ajudaram no resgate da Chape  Beto Barata / Presidência da República/Presidência da República

Foto: Beto Barata / Presidência da República / Presidência da República

Em cerimônia no Palácio do Planalto, nesta sexta-feira (16), o presidente Michel Temer entregou condecorações a 11 colombianos que auxiliaram no resgate às vítimas do voo da Chapecoense, que caiu na cidade de Medellín, no dia 29 de novembro. O prefeito de Chapecó também foi homenageado.

Aos militares, foram concedidas medalhas da Ordem do Mérito da Defesa. Aos civis, a condecoração da Ordem de Rio Branco, que é destinada a brasileiros e estrangeiros em reconhecimento a serviços prestados ao país. Já a cidade de Medellín foi agraciada com a insígnia da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira atribuída a estrangeiros.

Leia mais:
Sobrevivente lembra que trocou quatro vezes de lugar antes de queda do avião
Contribuições de atletas para a Chapecoense superam R$ 500 mil
Médico da Chapecoense diz que Neto tem chance de voltar a jogar

Um dos colombianos homenageados foi Johan Alexis Ramírez Castro, 15 anos. Morador da região onde houve a queda da aeronave, ele ajudou as equipes de resgate a encontrar sobreviventes.

— Eu, neste momento, não pensava em nada, só em ajudar as pessoas — relatou o jovem a jornalistas no Palácio do Planalto. Ele também agradeceu o convite para vir ao Brasil, disse que gosta de futebol e tem vontade de conhecer Chapecó.

A cerimônia ainda foi acompanhada pelo prefeito da cidade catarinense, Luciano Buligon. Ele foi o único brasileiro homenageado.

— Os colombianos tiveram, acima de tudo, um sentimento de fraternidade, mas foram muito competentes em tudo o que fizeram. Estamos aqui para nos somar aos aplausos do Brasil e dizer que não há maior merecimento do que à Colômbia neste momento — argumentou Buligon.

Foram condecorados com a Ordem de Rio Branco o prefeito de Medellín, Frederico Gutiérrez Zuluaga; a secretária de Governo de Antioquia, Victoria Eugenia Ramírez Velez; o diretor executivo da Agência de Cooperação de Medellín e Área Metropolitana, Sergio Escobar Solórzano; o diretor do Departamento Administrativo de Gestão de Risco e Atenção a Desastres de Medellín; a apresentadora da TV Caracol;  o menino Johan Alexis Ramírez Castro; e o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon.

Ainda foram conferidos os graus de Grande Oficial e Comendador ao comandante da Força Aérea Colombiana, general Carlos Eduardo Bueno; ao comandante geral da Polícia Nacional, general Jorge Hernando Nieto Rojas; ao chefe do Comando Aéreo de Combate (Base Aérea Rio Negro), coronel Fábio Alberto Sánchez Montoya; ao secretário de Segurança e Convivência de Medellín, Gustavo Villegas Restrepo, e ao subsecretário de Proteção Social de Antioquia, Juan David Arteaga Florez.

Leia outras notícias sobre a Chapecoense

*RÁDIO GAÚCHA

 Veja também
 
 Comente essa história