Todas as vítimas do desastre aéreo na Colômbia foram identificadas Diorgenes Pandini/Agência RBS

Moradores de Medellín prestaram homenagem às vítimas

Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Todas as 71 vítimas que morreram no avião da delegação da Chapecoense já foram identificadas na Colômbia. Segundo necropapiloscopista do IGP, que auxiliou nos trabalhos, Ruy Fernando Garcia, o reconhecimento feito através das digitais começou nesta quarta-feira e terminou às 22h30min de Medellín (cerca de 1h30min no horário oficial de Brasília). Agora, a expectativa do diretor jurídico da Chapecoense, Marcelo Zolet, é que corpos cheguem na cidade de Chapecó na madrugada de sexta-feira

Todas as vítimas que morreram no desastre aéreo precisam passar pelo processo de embalsamento - uma das exigências para o transporte dos corpos - para então serem emitidas as certificações. Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) estão na Base de Manaus, no Norte do país, e aguardam autorização para realizarem o translado. 

Homenagens

O secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira, que está em Medellín, afirma que a prefeitura da cidade está organizando um ato de despedida às vítimas do acidente. 

— Estão sendo providenciados 70 carros funerários para levar os corpos até o aeroporto de Medellín, onde terá uma cerimônia com honras militares para os atletas e jornalistas que perderam a vida nesta tragédia aqui na Colômbia — afirmou.

O presidente da República, Michel Temer, e o governador Raimundo Colombo irão acompanhar o velório coletivo em Chapecó. A cerimônia fúnebre acontecerá na Arena Condá, em Chapecó, e está prevista para esta sexta-feira, ainda sem horário definido.


Leia também:
Corpos devem chegar a Chapecó no final da tarde desta quinta-feira

Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível
O perfil das vítimas e sobreviventes do acidente da Chapecoense
Jovens da base viram peças chave na reconstrução da Chapecoense
Cem mil pessoas são esperadas para velório coletivo na Arena Condá
Medellín faz reverência histórica e inesquecível à Chapecoense em noite de homenagens na Colômbia
Noite de homenagens na Arena Condá tem arquibancadas lotadas e festa digna de título em Chapecó

 Veja também
 
 Comente essa história