Técnico da Chapecoense diz que time não pode ter desaprendido Márcio Cunha/Especial

Vagner Mancini reconhece má fase do ataque e bobeira na defesa mas acredita em reação

Foto: Márcio Cunha / Especial

Apoiado pelo diretoria mesmo após mais uma derrota, o técnico da Chapecoense, Vagner Mancini, disse que acredita na recuperação do bom desempenho do time, que foi bicampeão catarinense e fez bons jogos na Libertadores.

- Não é possível que o time tenha desaprendido, a gente sabe que através do trabalho vai recuperar o bom futebol - disse o treinador.

Mancini reconheceu que os atacantes não vivem bom momento, pois não marcaram nos dois últimos jogos em casa, mas afirmou que como técnico precisa passar confiança para eles.

- Não posso ser um cara com uma foice na mão que corta do time quem vai mal - ressaltou.

Na visão do treinador o time já recuperou o bom futebol após a goleada por 5 a 1 para o Flamengo.

Mancini disse que a Chapecoense dominou o jogo, teve muito mais conclusões a gol mas não conseguiu definir bem.

Ele também reconheceu que a defesa continua com problema, mesmo com algumas mudanças.

- Mais uma vez demos bobeira na defesa onde na hora do gol tínhamos mais jogadores - avaliou.

O treinador ressaltou que até tentou jogar com três volantes, como é tradição na Chapecoense, e mesmo assim tomou gol.

No entanto ele elogiou o volante Lucas Mineiro, o zagueiro Fabrício Bruno, que iniciaram a partida, e também o atacante Lourency, que entrou no segundo tempo.

Os três podem ter nova oportunidade na quarta-feira, na estreia da Chapecoense na Copa Sul-Americana, contra o Defensa y Justicia, na Argentina.

Mancini disse que vai utilizar o que tem de melhor. Só vai poupar alguém se houver risco de lesão, pelo desgaste de duas partidas por semana.

Leia todas as notícias sobre a Chapecoense

 Veja também
 
 Comente essa história