Diretor da Chapecoense sofre acidente durante temporal no Oeste Sirli Freitas/Chapecoense

Maringá teve cortes na cabeça, mãos e joelho; ele passa bem

Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

O diretor de futebol da Chapecoense, João Carlos "Maringá", sofreu um acidente por volta das 16h domingo, na SC 157, em São Lourenço do Oeste. Após o retorno da delegação do Rio de Janeiro, onde o time empatou por 1 a 1 com o Vasco, o diretor viajou para Pato Branco, para visitar familiares.

Durante o percurso, houve um temporal na região e, a 15 quilômetros de São Lourenço do Oeste, o carro aquaplanou e bateu contra um tubo de concreto que serve para escoar a água.

— Vem uma água do morro que enche a pista e o carro fica desgovernado, espero que sejam tomadas medidas de correção dessa entrada de água na pista — disse o dirigente, em entrevista à Rádio Chapecó.

Maringá teve lesões na cabeça, nas mãos e no joelho, mas sem gravidade. Ele foi de carona até o posto da Polícia Rodoviária Estadual de São Lourenço do Oeste, de onde foi levado até o hospital do município. Depois foi transferido para um hospital em Pato Branco. Após exames de cabeça e coluna, onde nada mais grave foi constatado, acabou liberado.

O dirigente retorna para Chapecó nesta terça-feira. Ele vai consultar com o médico do clube, Carlos Mendonça, fazer novos curativos e pretende estar presente na reapresentação do grupo, na tarde desta terça-feira, no Centro de Treinamento da Água Amarela.

Leia outras informações sobre a Chapecoense
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão

 Veja também
 
 Comente essa história