Chapecoense tem permanência de Guto, "coaching" e reunião com prefeito Darci Debona / Diário Catarinense/Diário Catarinense

Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, convocou reunião para tentar unir forças em torno da Chapecoense

Foto: Darci Debona / Diário Catarinense / Diário Catarinense

A semana da Chapecoense começou com a continuidade da pressão pela situação na tabela, penúltima colocada do campeonato, mas com ações para tentar sair da zona de rebaixamento. Teve até uma reunião convocada pelo prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, no auditório da Prefeitura da cidade, pedindo união de forças em torno do clube.

- A Chapecoense é mais que um time de futebol, ela representa os anseios de uma região, ela foi criada para unir a cidade e mostrar nosso potencial e nos integrar com Santa Catarina, ela traz gente para nossos hotéis, clientes e ergue a nossa autoestima, por isso nós precisamos erguer a bandeira da paz – disse o prefeito.

Buligon pediu apoio para a atual diretoria neste momento, independentemente de decisões equivocadas que foram tomadas e críticas que surgiram nas redes sociais e sites, deixando essa avaliação para a eleição do final do ano. Nas últimas semanas apareceram na internet questionamentos sobre premiações e é praticamente certo que haverá chapa de oposição, o que não ocorreu nos últimos anos.

A reunião contou com integrantes da diretoria, imprensa e conselheiros. Ao final dela, o presidente do clube, Plinio David De Nes Filho, agradeceu o apoio do prefeito e falou das ações da diretoria.

- Os atletas estão psicologicamente abatidos há algum tempo devido a críticas que vem de fora para dentro e de dentro para fora. Eles estão se autopunindo. Por isso vamos contratar um coaching para falar com eles – disse o presidente.

Ele também afirmou que houve uma reunião do conselho gestor do clube com o técnico Guto Ferreira, para ouvir as considerações do treinador, e não há intenção de trocar o comando do time, pelo menos neste momento.

- Não é hora de mexer. Se mexer agora vai piorar – afirmou o presidente.

Na tarde desta segunda-feira o técnico Guto Ferreira iniciou a preparação para o jogo contra Atlético-PR, na quinta-feira, às 20h, na Arena Condá. A novidade para o duelo atrasado, válido pela 20ª rodada, é a volta de Elicarlos, que cumpriu suspensão contra o Flamengo.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense

 Veja também
 
 Comente essa história