Chapecoense confirma demissão de Guto Ferreira Sirli Freitas/Chapecoense

Guto Ferreira teve aproveitamento de 33% na Chapecoense

Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

A Chapecoense confirmou na manhã desta segunda-feira, por meio de nota, a demissão do técnico Guto Ferreira. Ele não resistiu à derrota para o Vitória por 1 a 0 neste domingo, na Arena Condá, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com o resultado o time catarinense caiu para a zona de rebaixamento do Brasileirão. 

Em sua segunda passagem pela Chapecoense Guto Ferreira teve uma aproveitamento de apenas 33%. Em 13 jogos foram apenas quatro vitória, um empate e oito derrotas. O primeiro trabalho na Chape começou no segundo semestre de 2015, quando conseguiu guiar o time à permanência na elite nacional, seguido do título do Catarinense no ano seguinte. Deixou o clube para dirigir o Bahia. 

Vagner Mancini, que está sem clube, é um dos favoritos ao cargo. Ele trabalhou na Chape na temporada passada. Foi o treinador no ano de reconstrução do clube, após o acidente aéreo na Colômbia, com direito ao bicampeonato estadual e uma campanha na Libertadores da América que não terminou com classificação às oitavas de final por conta de punição ao clube por escalação de jogador irregular. 

Leia mais notícias sobre a Chapecoense

 Veja também
 
 Comente essa história