Jandrei diz que Chapecoense encara cada jogo como uma final na luta contra o Z-4 Sirli Freitas/Chapecoense

Jandrei completou 100 jogos pela Chapecoense

Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Faltando seis rodadas para terminar o Campeonato Brasileiro, a Chapecoense aparece na penúltima colocação, com 34 pontos. Fica até difícil para os jogadores darem explicações sobre a fase tão ruim. O goleiro Jandrei diz ter a receita para evitar rebaixamento. Para o titular da meta do Verdão, na reta final é preciso encarar cada jogo como se fosse final.

– Temos que buscar no nosso trabalho, confiando um no outro, buscando no ano passado, quando nos últimos jogos tivemos uma sequência boa e conseguimos vaga à Libertadores. A gente sabe que é possível, tem que jogar cada jogo como se fosse uma final – diz o goleiro, que no domingo completou 100 jogos pelo clube e 70 partidas seguidas no Brasileirão.

No entanto, Jandrei  afirma que no momento não tem como comemorar marcas pessoais, pois o mais importante é tirar a Chape da zona de rebaixamento. Ele comenta que entende o torcedor, mas discorda quando há cobrança sobre falta de comprometimento do elenco.

– Minha vida gira em torno do futebol, não tem como não estar comprometido, assim como sei que o grupo também está – afirma o arqueiro.

Jandrei garante que é importante a semana cheia de trabalho, com o intervalo de oito dias entre a derrota por 1 a 0 para o Bahia e a partida de segunda-feira, diante do Santos, para corrigir o que não vem dando certo. O goleiro não vê diferença pela mudança do local, da Vila Belmiro para o Pacaembu. Ele sabe que o time precisa buscar a primeira vitória fora de casa. A vitória aliada a tropeço dos adversários pode até tirar o Verdão do Z-4.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense


 Veja também
 
 Comente essa história