Chapecoense leva multa de R$ 10 mil por confusão  Sirli Freitas / Chapecoense/Chapecoense

Wellington Paulista marcou o gol da vitória contra o América-MG mas teve confusão fora de campo

Foto: Sirli Freitas / Chapecoense / Chapecoense

A Chapecoense foi multada em R$ 10 mil pela confusão ocorrida no jogo contra o América-MG, no dia 27 de outubro, na Arena Condá. Naquela partida os dois clubes brigavam para sair da zona de rebaixamento e o time catarinense venceu por 1 a 0.

Houve algumas confusões durante a partida. Na súmula o árbitro Wilson Pereira Sampaio relatou que o presidente do clube, Plinio David de Nes Filho, no intervalo da partida, reclamou da arbitragem e afirmou para o delegado da partida que o árbitro não sairia vivo do estádio. O presidente foi punido com suspensão de 15 dias. 

O ex-preparador de goleiros do clube, Wlamir Machado, que foi demitido nesta semana, também recebeu suspensão de dois jogos por ter provocado o jogador Luan chamando-o para briga. Apesar do tumulto não foi registrada nenhuma agressão. 

A decisão foi do STJD.


Leia mais notícias sobre a Chapecoense

 Veja também
 
 Comente essa história