Em jogo de reservas, Chapecoense vence o Criciúma Márcio Cunha/Agência RBS

Foto: Márcio Cunha / Agência RBS

Chapecoense venceu o Criciúma por 2 a 0 na tarde deste sábado, na Arena Condá, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Catarinense.

Sem chances no turno, vencido pelo Avaí, Chapecoense e Criciúma utilizaram equipes reservas. A Chapecoense priorizou o confronto da próxima terça-feira contra o Zúlia, na estreia da Libertadores. 

O Criciúma também preservou os titulares para o confronto contra o Fluminense, quinta-feira, pela Copa do Brasil. Do time principal apenas o goleiro Luiz jogou, com o número 88, em homenagem a Cleber Santana, meia da Chapecoense que morreu no acidente aéreo na Colômbia e que atuou também no Tigre.

Mesmo jogando fora de casa o Criciúma teve a primeira chance de gol com Hélio Paraíba, que recebeu um cruzamento dentro da área e errou na finalização. Depois disso praticamente só deu Chapecoense.

Apodi, que pela primeira vez iniciou uma partida como titular em seu retorno, fez boas jogadas pela direita. Quem também teve atuação destacada no primeiro tempo foi o atacante Osman. Tanto que foi dele o cruzamento para Túlio de Melo, de cabeça, abrir o marcador, aos 22 minutos do primeiro tempo.

A situação do Criciúma piorou no segundo tempo, com a expulsão de Chico. Ele fez falta dura em Niltinho e, como já tinha amarelo, acabou expulso.

Com um jogador a mais e com alguns titulares como Luiz Antônio, Niltinho e Arthur, ficou mais fácil para a Chapecoense. O time da casa chegou ao segundo gol com um gol do zagueiro Luís Otávio, de cabeça, em cobrança de escanteio. Com o resultado a Chapecoense foi a 17 pontos e assumiu provisoriamente a vice-liderança. O Criciúma ficou com 13. Agora zera tudo na briga do returno.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE-2: Elias, Apodi, Luís Otávio, Grolli e Diego Renan; Moisés Ribeiro (Luiz Antônio), Moisés e Nenén (Niltinho); Nadson (Arthur), Túlio de Melo e Osman. Técnico: Vagner Mancini

CRICIÚMA-0: Luiz (Edson), Carlos Eduardo, Janson, Ferron e Chico; Jean Mangabeira, Kalil (Flávio) e Ricardinho; Caíque, Hélio Paraíba (Natan) e Pimentinha. Técnico: Rafael Bahia.

Gols: Túlio de Melo (CH), aos 22 minutos do primeiro tempo. Luís Otávio (CH), aos 34 do segundo tempo.

Arbitragem: Sandro Meira Ricci, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Bruno MüllerCartões amarelos: Moisés Ribeiro e Luiz Antônio (CH);

Expulsão: Chico (CR), aos 20 minutos do segundo tempo.

Local: Arena Condá, em Chapecó

Público: 2.168

Renda: R$ 30.460

Leia mais:
Acesse a tabela do Campeonato Catarinense

 Veja também
 
 Comente essa história