Meia do Criciúma, Maranhão defende comemorações de gol efusivas: "O futebol está chato" Guilherme Hahn/Especial

Jogador acredita que o futebol precisa ser um espetáculo para o torcedor

Foto: Guilherme Hahn / Especial

Tira a camisa e salta com os braços estendidos, com os músculos contraídos. A comemoração do astro Cristiano Ronaldo já foi testemunhada pelos torcedores do Criciúma em gols de Alex Maranhão. A celebração do português no último domingo, ao assinalar um tento sobre o Barcelona e mostrar a veste do Real Madrid à torcida do Camp Nou pode entrar no repertório do meia-atacante do Carvoeiro - e ele espera que seja sobre o Oeste, na sexta-feira, no Heriberto Hülse. Mesmo que tome advertência de dirigente, ou cartão amarelo do árbitro. É que Maranhão acredita que o futebol vai além do jogo, é espetáculo.

— Não sei se vou tirar a camisa. É muito do momento, da emoção, o calor do jogo. Já levei puxão de orelha do presidente porque tirei a camisa umas três vezes e ele ficou bravo comigo. Se acontecer de comemorar sem camisa, de extravasar, de desabafar, vou fazer. Acho que o futebol atual está pragmático e chato. Virou mecânico: se comemora com torcida, toma cartão; se faz algum gesto, é punido. Acho que o futebol é bonito, um espetáculo. O gol grande momento do jogo, que todo mundo espera, e quando ele acontece você não pode comemorar?  Você deve comemorar da forma que quiser e como bem entender, sem ofender ninguém ou sendo agressivo. Se Deus quiser, quero comemorar novamente na sexta-feira — defendeu o atleta.

Alex Maranhão anotou nove gols na atual temporada pelo Criciúma. O último deles foi na rodada passada, a 20ª da Série B do Campeonato Brasileiro. Ele anotou o gol da vitória da equipe tricolor sobre o Santa Cruz. Um chute de rara felicidade, mais na sua coleção pessoal com a veste do Tigre.

— Os gols que fiz no Criciúma foram gols bonitos. Esse contra o Santa Cruz foi um que, se eu dominasse talvez não fizesse. Mas pegando de primeira, eu poderia também até colocar a bola fora do Arruda. Mas fui feliz em acertar o chute embaixo, no canto — sorri. 

Leia mais:
Pelo acesso, Criciúma busca começo de returno diferente do desempenho no primeiro turno
Leia mais informações sobre o Criciúma
Acesse a tabela da Série B

 Veja também
 
 Comente essa história