De virada, Criciúma perde por 3 a 1 para o lanterna ABC Andrei Torres/ABC FC / Divulgação/Divulgação

Foto: Andrei Torres/ABC FC / Divulgação / Divulgação

O Criciúma saiu na frente, mas voltou do Rio Grande do Norte sem nenhum ponto na bagagem. No Estádio Frasqueirão, o Tigre abriu o placar contra o ABC aos 10 minutos, com João Henrique, e fez um bom primeiro tempo. Na etapa final, os donos da casa voltaram cheios de atitude, e viraram a partida, que terminou em 2 a 1. A derrota mantém o Tigre com 46 pontos, que pode perder a nona colocação caso o Paysandu vença a partida deste sábado contra o Brasil de Pelotas.

O Mais Querido iniciou a partida com velocidade, a fim de abrir vantagem no placar. O Criciúma precisou estudar um pouco o adversário, e depois de uma tentativa pelo lado direito do campo, Caio Rangel sofreu falta. Experiente, Alex Maranhão cobrou rápido e encontrou o lateral Diogo Mateus. No cruzamento, João Henrique subiu sozinho e mandou de cabeça, para abrir o placar aos 10 minutos de jogo.

O ABC tentou reagir de imediato, e no erro do Criciúma no meio campo, Berguinho mandou para o gol, mas Edson ficou com ela. Os donos da casa sentiram o gol e passaram a errar passes, apesar das tentativas de igualar o placar não levarem grande perigo ao time catarinense. Aos 30, Lucão aproveitou um erro da zaga e chutou cruzado, mas a bola passou por todo mundo. Berguinho tentou mais uma vez de fora da área, quase nos acréscimos, mas o goleiro do Tigre fez boa defesa.

Depois do intervalo, o time potiguar voltou com outra atitude. Na pressão, chegou com perigo pelo menos três vezes contra o gol defendido por Edson, inclusive com bola na trave. Aos sete minutos, Raphael Silva derrubou Matheus na área, e o juiz marcou pênalti. Dalberto, que entrou no intervalo no lugar de Jardel, fez a cobrança mas Edson defendeu. No rebote, Felipe Guedes empatou a partida, aos 8 minutos da etapa final.

Do outro lado, o Criciúma voltou tímido e com problemas na marcação, aceitando a pressão do ABC. Aos 18 minutos, os donos da casa viraram a partida, e dessa vez Dalberto conseguiu marcar o dele, depois do cruzamento de Erivélton. Andrew, última substituição do Tigre, ainda tentou igualar o placar com pouco mais de 30 minutos da etapa final, mas o goleiro potiguar levou a melhor. Dalberto, aos 38, ampliou o placar para o ABC. Na história dos confrontos, essa é a primeira vez que o ABC vence o Criciúma em Natal.

Próxima rodada

O Tigre viaja de volta a Santa Catarina neste sábado, e deve fazer dois treinos, domingo e segunda, antes do próximo jogo. Na terça-feira, o Criciúma abre a 36ª rodada, e faz o penúltimo jogo do Tigre no Heriberto Hülse pela Série B deste ano. O time catarinense recebe o Náutico, às 19h15min, outro adversário que está na zona de rebaixamento e ocupa a vice-lanterna, com 31 pontos conquistados.

Ficha técnica

ABC – 3: Edson; Arês, Tonhão, Danrlei e Daniel; Jardel (Dalberto), Guedes e Erivélton (Araújo); Berguinho, Matheus e Fessin (Jackson). Técnico: Ranielle Ribeiro.
Criciúma – 1: Edson; Diogo Mateus, Nino, Raphael Silva e Diego Giaretta; Ricardinho, Douglas Moreira (Andrew) e Alex Maranhão (Jocinei) e João Henrique (Moisés); Caio Rangel e Lucão. Técnico: Beto Campos.
Gols: No primeiro tempo, João Henrique do Criciúma aos 10 minutos. Na etapa final, Felipe Guedes aos 8 minutos, Dalberto aos 18 e aos 38.
Arbitragem: Marcos Mateus Pereira, auxiliado por Eduardo Goncalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo (trio do MS).
Local: Estádio Frasqueirão, em Natal (RN)
Público: 1.155
Renda: R$ 9.425

Criciúma vence o Boa Esporte e fica mais distante da zona do rebaixamento
Leia outras notícias sobre o
Criciúma
Acesse a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro  

 Veja também
 
 Comente essa história