Por primeira vitória, zagueiro do Criciúma vê jogo contra o Coritiba como "final"  Fernando Ribeiro / Criciúma EC / Divulgação/Criciúma EC / Divulgação

Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC / Divulgação / Criciúma EC / Divulgação

No futebol são três as possibilidades de resultados: vitória, empate ou derrota. O cenário do Criciúma, após o início ruim na Série B do Brasileiro, faz o elenco considerar somente o triunfo como o único fator viável diante do Coritiba, na sexta-feira às 21h30min, fora de casa, pela terceira rodada da disputa nacional. 

– É outra final. Mais um clássico. Não temos jogos fáceis. Serão apenas pedreiras. Temos que entrar para fazermos nosso melhor, minimizar os erros e vencer. Segurar nossa equipe nos 90 minutos não é fácil. Então, quando eles derem brecha, nós temos que aproveitar – disse o zagueiro Sandro, titular nos dois primeiros jogos do Tigre.

O Criciúma estreou com derrota para o Atlético-GO, por 3 a 2, no Serra Dourada. Na segunda rodada, mais um revés: 1 a 0 para a Ponte Preta, no Heriberto Hülse. Por isso, ainda sem pontuar, o Tigre aparece na zona de rebaixamento neste início de Série B.

– Os resultados não foram os esperados, mas não adianta ficarmos reclamando. Temos que ir para cima do Coritiba. A competição ainda está se encaminhando. Vamos buscar o placar fora de casa. Se acontecer o resultado positivo, mais rápido iremos lutar – falou. 

A sequência do Criciúma depois da partida em Curitiba prevê duelos contra o CSA, no dia 1º de maio, em casa, e visita ao Guarani no dia 8 de maio, em Campinas.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

 Veja também
 
 Comente essa história