Criciúma viaja para jogo contra o Guarani com a escalação definida Fernando Ribeiro/www.criciuma.com.br

Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br

O Criciúma iniciou a viagem a Campinas logo depois do almoço desta segunda-feira já definido e com apetite para iniciar a reação na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe enfrenta o Guarani nesta terça-feira, às 19h15min, no Brinco de Ouro. Sob chuva, o técnico Argel Fucks comandou o último treino antes do embarque no Centro de Treinamento, mas sem o time titular.

Pelos treinamentos do fim de semana, a tendência é que o Tigre vá a campo armado no 4-2-3-1, com Luiz; Sueliton, Sandro, Fábio Ferreira e Enzo; Liel, Eduardo e Elvis; João Paulo, Lucas Coelho e Mailson. A receita para garantir os primeiros pontos é ter mais atenção na defesa, por isso Argel quer o time todo firme na marcação, inclusive os jogadores da frente.

— Hoje no futebol todo mundo marca e todo mundo joga. O sistema que a gente joga é o mesmo do Palmeiras, Flamengo, Inter. Os jogadores de extrema têm a capacidade de vir marcar atrás e com a bola fazer uma trinca com o Elvis, para termos um jogo apoiado. Nesse momento precisamos pensar em todos defendendo, jogar um pouco como time pequeno, para depois sair para o jogo. Se a gente diminuir os gols sofridos, ficamos mais perto dos resultados — justificou o comandante

Os desfalques para o jogo são o lateral-esquerdo Marlon e o atacante Zé Carlos, suspensos. Eles dão lugar ao garoto Enzo e Lucas Coelho, respectivamente. As outras novidades são o retorno de Fábio Ferreira na vaga de Nino e a entrada de Eduardo como segundo volante. Na direita, Sueliton retoma o lugar que foi ocupado por Natan na derrota de semana passada, contra o CSA em casa. Além dos titulares, estão relacionados para o jogo o goleiro Ronaldo, os zagueiros Christian e Nino, o lateral-direito Natan, os volantes Jean Mangabeira e Wallacer e os atacantes Andrew, Kalil e Nicolas.

A última atividade antes da viagem foi focada na bola parada e nas finalizações. Nos últimos treinos, os atletas e o restante da comissão técnica foram bastante cobrados pelo comandante, que também está pressionado pelos maus resultados.

— É o momento de falar pouco e trabalhar muito. Nossa equipe tem desempenho, mas sem resultado. Temos que crescer individualmente e coletivamente. Precisamos desse resultado o quanto antes — pontuou Argel.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

 Veja também
 
 Comente essa história