"Ligar o alerta", diz Nicolas após início ruim do Criciúma na Série B Fernando Ribeiro/Criciúma EC

Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

A resenha entre a comissão técnica os jogadores do Criciúma foi longa durante a volta do time ao trabalho na tarde desta quinta-feira. O motivo foi a quarta derrota consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro. O treinamento no gramado do CT estava marcado para começar às 15h30min, mas atrasou duas horas. O atacante Nicolas, um dos atletas poupados das críticas da torcida, disse que o time esbarra na falta de regularidade e de calma. Otimista, ele acredita que o Tigre tenha condições de dar a volta por cima.

– É uma equipe de qualidade e acredito que vamos sair dessa situação. Desde que tenhamos tranquilidade e calma, podemos buscar jogo a jogo, porque ainda temos 35 rodadas pela frente. Mas precisamos ligar o alerta, o mais rápido possível – disse o jogador.

Na avaliação de Nicolas, a paciência está em falta tanto nas arquibancadas quanto dentro de campo.

– As coisas não vêm acontecendo e surgem os problemas. Em Curitiba, nós perdemos em um jogo equilibrado, tranquilo, tomando as ações da partida a todo momento. Em casa, não conseguimos a vitória e, por isso, a torcida ficou impaciente. Isso foi transferido para dentro de campo – analisou Nicolas.

A próxima oportunidade do Criciúma para "ligar o alerta" será na terça-feira, às 19h15min, quando o Tigre encara o Guarani, em confronto no Brinco de Ouro, em Campinas. Até aqui, o time catarinense não pontou na Série B e aparece na zona de rebaixamento.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

 Veja também
 
 Comente essa história