Técnico e jogadores ainda creem no Criciúma entre os dez melhores Guilherme Hahn / Especial/Especial

Zagueiro Nino vê evolução significativa no Tigre e também projeta dias mais iluminados na sequência da competição

Foto: Guilherme Hahn / Especial / Especial

O tropeço em casa diante do Boa Esporte na última rodada não foi o suficiente para que o técnico Mazola Júnior e o elenco do Criciúma abrissem mão da meta de terminar o turno no entre os dez melhores da Série B. Com 9 jogos faltando, o Tigre ainda está nas trevas do Z-4 e precisa de um aproveitamento de aproximadamente 70% para chegar à metade da competição na parte superior da tabela.

— Sim, não tenha dúvida (de que a meta está mantida). Não podemos esquecer que acabamos a primeira fase do campeonato no Z-4. Mas com toda a combinação de resultados e a dificuldade que tem se confirmado na competição, uma vitória contra o Oeste nos faz passar três adversários se o Brasil não ganhar do Fortaleza. O campeonato é assim. Não conseguimos o objetivo no jogo contra o Boa, mas uma rodada depois o objetivo pode ser alcançado e se tornar até maior. O grupo está muito focado. Todas as indicações são de que o Criciúma vai fazer um grande jogo em Barueri — prevê Mazola.

Leia mais
Confira os cálculos do Criciúma para atingir cada objetivo na Série B
Na "era Mazola", Criciúma tem a 7ª melhor campanha da Série B

Quem também vive um novo momento é o zagueiro Nino. Depois de uma fase de erros individuais - inclusive do próprio Nino - que custaram pontos ao clube, o jogador formado na base carvoeira projeta dias mais iluminados na sequência da Série B. Ele atribui a evolução ao trabalho comandado pelo técnico e à melhora no fator psicológico do time.

— Agora há uma tranquilidade que há muito tempo não tínhamos. Vínhamos de momentos conturbados desde o estadual. Hoje estamos numa fase boa e vamos fazer de tudo para continuar essa boa fase, com a defesa tomando poucos gols — almeja Nino.

Enquanto as atenções do esporte se concentram na Copa do Mundo, Mazola e o elenco do Tigre estão mais concentrados na Série B. O técnico se diz totalmente despreocupado com o bolão interno feito para a Copa do Mundo.

— O que eu tenho que acertar é isto aqui — disse, enquanto preparava o início de mais um treino.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

 Veja também
 
 Comente essa história