João Paulo valoriza jogada individual que deu o gol do Criciúma contra o Figueirense Guilherme Hahn/Especial

Foto: Guilherme Hahn / Especial

Em noite inspirada, o atacante João Paulo foi o autor do gol que abriu o placar a favor do Criciúma frente ao Figueirense na noite desta quinta-feira, no Estádio Heriberto Hülse. Aos 29 do primeiro tempo, o atacante recebeu no meio do campo e saiu em disparada ao ataque. No meio do caminho, deixou Nogueira e Cleberson para trás e chegou cara a cara com Denis. Na saída do goleiro, fuzilou o canto esquerdo dele com a canhota. O jogo acabou empatado em 1 a 1.

Segundo o atacante, ele sentiu que estava bem no jogo e que seria capaz de levar a jogada até o fim, apesar de Vitor Feijão ter pedido a bola quando a marcação chegou.

— Meus companheiros depois disseram: "meu Deus, você queria me matar do coração?" Mas deu tudo certo. O zagueiro me fechou, deu o canto e driblei. O Denis ficou no gol, até demorei para chutar, mas fui feliz e fiz o gol — relatou o atacante.

Antes de fazer o gol, João Paulo levou um cartão amarelo, o terceiro dele. Assim, está suspenso para o próximo confronto.

O empate não deixou o Tigre em melhores condições para deixar a zona de rebaixamento. A missão ainda é dura. O time carvoeiro volta a campo só na sexta-feira da semana que vem, dia 13. O oponente será o Goiás, que vem de vitória sobre o Avaí na Ressacada.

O jogo será às 20h30min no Estádio Olímpico, na capital goiana. Além de João Paulo, Marlon também levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. 

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

 Veja também
 
 Comente essa história