Criciúma enfrenta Ponte Preta pela Série B em jogo cheio de ingredientes Arte DC/Arte DC

Foto: Arte DC / Arte DC

O Criciúma enfrenta a Ponte Preta às 21h30min desta terça-feira em um jogo cheio de ingredientes. Desfalques, mudanças, revanche, jejuns e o reencontro do técnico Mazola Júnior com o estádio Moisés Lucarelli fazem parte do duelo pela Série B do Campeonato Brasileiro. Mas ao Tigre o que importa mesmo é vencer para se incluir no pelotão do meio da tabela.

— Vamos mudar alguns jogadores para refrescar algumas situações. A Ponte Preta não joga há uma semana e nós ainda temos um resíduo do jogo de sábado, as ausências e, principalmente, a viagem — antecipou o técnico Mazola.

Como de costume, ele não anunciou o time titular, mas deu pistas no treino. Com o goleiro Luiz lesionado, o lateral-esquerdo Marlon e o centroavante Zé Carlos suspensos pela expulsão no empate com o Atlético-GO e o atacante Andrew fora após o terceiro cartão amarelo, além do desgaste de outros atletas, o Criciúma deve ter quatro novidades em relação aos titulares da última rodada, o empate em 1 a 1 no último sábado.

Antes da viagem, Mazola Júnior esboçou o time com Eduardo na lateral-direita, Christian na esquerda, o volante Ronaldo pela primeira vez como titular e Alex Maranhão na vaga de Elvis. Belliato continua no gol.

Uma vitória do Criciúma garante a ascensão de ao menos uma posição na tabela da Série B, por causa do confronto direto entre Oeste e Juventude. A combinação de resultados mais favorável ao Tigre pode fazê-lo subir para o 11º lugar. As chances de voltar à zona de rebaixamento ao fim da rodada são remotas, mesmo com derrota em Campinas.

A Macaca vem embalada de uma vitória por 4 a 0 sobre o Paysandu, fora de casa. O técnico João Brigatti já foi auxiliar de Mazola.

Tigre ainda não venceu no Lucarelli

O passado também está presente no duelo , tanto para o Tigre quanto para o comandante. Pelo lado do Criciúma, será a chance de acabar com dois jejuns: o de nunca ter vencido a Ponte Preta pela Série B e o de nunca ter saído vitorioso do Moisés Lucarelli. As duas únicas vitórias carvoeiras foram pela Série A, em 2003 e 2004, ambas no Heriberto Hülse. Os dois estádios são conhecidos como “Majestoso”. No turno, a Ponte venceu em Criciúma por 1 a 0.

Pelo lado do técnico Mazola, será o primeiro retorno ao estádio onde iniciou a carreira de jogador desde o falecimento do pai dele, torcedor apaixonado da Macaca. Zuza, como era conhecido, tinha uma cantina perto do Moisés Lucarelli. Ele morreu em agosto de 2017, aos 81 anos.

FICHA TÉCNICA - Ponte Preta x Criciúma

PONTE PRETA
Ivan; Igor, Renan Fonseca, Reginaldo e Nicolas; Nathan, João Vitor e Paulinho (Lucas Mineiro); André Luis, Hyuri e Victor Rangel. Técnico: João Brigatti.
CRICIÚMA
Belliato; Eduardo, Nino, Liel e Marlon; Jean Mangabeira, Marlon Freitas, Ronaldo e Alex Maranhão; Joanderson e Vitor Feijão. Técnico: Mazola Júnior.
ARBITRAGEM: Ronei Candido Alves, auxiliado por Felipe Alan Costa de Oliveira e Magno Arantes Lira (trio de MG)
DATA E HORÁRIO: às 21h30min desta terça-feira.
LOCAL: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

 Veja também
 
 Comente essa história