De volta ao time, Marlon prevê "jogo sem favorito" do Criciúma contra o Goiás Guilherme Hahn/Especial

Foto: Guilherme Hahn / Especial

Nos jogos em que o lateral-esquerdo Marlon não atuou, o Criciúma não conseguiu vitória alguma. Agora com ele de volta ao time, aumenta a expectativa pelos três pontos num duelo que se espera complicado contra o Goiás. A partida será nessa quinta-feira, às 19h15min, no Heriberto Hülse. A direção do Tigre fez uma promoção de ingressos a R$ 10.

Marlon treinou normalmente na atividade tática que o técnico Mazola Júnior comandou na manhã desta terça-feira no Centro de Treinamento Antenor Angeloni. O lateral de 33 anos prevê um jogo duro contra o time goiano, que briga pelo acesso à elite do Campeonato Brasileiro.

— Acho que não tem favorito, sabemos da qualidade do Goiás, aqui tem grandes jogadores. O mesmo respeito que temos por eles, eles têm pela gente também. Esperamos entrar ali, nos doar ao máximo e conseguir a vitória — projeta Marlon.

Apesar de ser o jogador que, estatisticamente, mais faz falta ao Criciúma, o lateral admite que não fez um bom começo de temporada, mas considera que evoluiu no decorrer da Série B. Expulso quatro vezes, ele é o jogador que mais levou cartões vermelho no Brasileirão deste ano, considerando todas as divisões. 

— Foi uma coisa que procurei me cobrar muito, meu começo foi abaixo, mas no decorrer do campeonato evoluí bastante. Estou feliz, conseguindo ajudar os companheiros e procurando sempre trabalhar, porque com isso as coisas acontecem — avalia.

Nas estatísticas positivas, Marlon é o segundo jogador do Criciúma que mais dá passes para finalizações. É, também, o que mais tem importância no aproveitamento do Tigre. Nos jogos em que não atuou, o Criciúma é de apenas 8,3%. Com ele em campo, o aproveitamento é de 52%, semelhante ao de times que brigam por acesso.

 Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do Criciúma 

 Veja também
 
 Comente essa história