Sandro valoriza insistência do Criciúma para conseguir empate dramático Guilherme Hahn/Especial

Foto: Guilherme Hahn / Especial

Quarenta e oito minutos do segundo tempo e falta na entrada da área para o Criciúma bater. Um minuto antes, o Tigre já havia feito um gol de pênalti e diminuído o placar para 2 a 1 a favor do Goiás. Parte dos torcedores já tinha tomado o rumo de casa quando os visitantes abriram o segundo gol de vantagem e outros paravam onde estavam para acompanhar o último lance.

Elvis na bola.

Na área, Andrew, Vitor Feijão, Zé Carlos, Fábio Ferreira, Sandro, Marlon e até o goleiro Luiz. 

Mais recuados, para a segunda bola, Patrick e Eduardo. Apenas Ronaldo perto da linha do meio campo.

Elvis cobrou, a zaga afastou da entrada da área e Patrick dominou na intermediária. O meia lançou na medida para dentro da área, pelo lado direito, onde Marlon correu para ganhar da marcação. O lateral dominou no peito e chutou com pouca força, mas, no meio do caminho, Sandro se atirou de peito para desviar. Luiz, no segundo pau, ainda quase tocou, e a bola foi morrer dentro da rede para dar vida a um jogo que parecia perdido.

Autor do gol, o zagueiro Sandro admitiu que o empate não era o resultado desejado, e ainda insuficiente para garantir a permanência na Série B, mas enalteceu a busca pela reação até o último minuto de jogo.

— A gente não queria que fosse esse placar, queria sair na frente e tudo mais, mas o espírito prevaleceu. Hoje valeu a pegada até o final. Graças a Deus, a gente pode ajudar a equipe. Perder dois pontos aqui é sempre ruim. A gente queria que ele (árbitro) desse mais um acréscimo porque a gente ia tentar, mas valeu de consolo esse ponto — comemorou Sandro.

Presente na área no minuto final, o goleiro Luiz reconheceu que não chegou na bola e deu o crédito do gol ao zagueiro. Pouco antes, porém, o arqueiro havia salvado o que seria o terceiro gol do Goiás em uma finalização à queima-roupa de Michael.

— Cheguei perto, na realidade (de tocar na bola no gol). Mas eu acho que já vale só de estar ali na intenção de ajudar. A gente lutou até o final, contra uma equipe que vai subir, diferenciada. A gente não desistiu. Eu fui para a área convicto a ajudar a equipe, estive ali dentro. Foi importante somar esse pontinho. Gol do Sandro, mas participei também — comentou o goleiro.

O resultado mantém o Criciúma na 14ª posição, sete pontos acima do Z-4, mas essa distância pode diminuir com o complemento da rodada. O Tigre volta a campo na próxima terça-feira. Fora de casa, jogará contra o Londrina, às 19h15min. Já o Goiás assume a vice-liderança temporária da Série B.

 Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do Criciúma 

 Veja também
 
 Comente essa história