Nome de Roberto Cavalo cresce nos bastidores, mas diretoria do Criciúma desconversa Fernando Ribeiro/www.criciuma.com.br

Cavalo treinou o Tigre em duas oportunidades

Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br

Bastou o Criciúma não fechar o acerto com Mazola Júnior, no último sábado, para um nome bastante conhecido do torcedor ganhar força. Roberto Cavalo, que além da passagem como jogador já treinou o Tigre em duas oportunidades, está próximo de acertar com o clube. 

Enquanto a torcida discute a possível vinda do novo treinador nas redes sociais, a diretoria desconversa. Questionado sobre o interesse do clube em Cavalo, o executivo de futebol Nei Pandolfo diz que a semana será de decisões, e evita citar nomes para não criar expectativas.

O superintendente de futebol, Robson Izidro, também deixou o assunto em aberto. Disse que prefere falar sobre o novo técnico mais para o final da semana, o que pode ser um indicativo de que o Tigre está próximo de fechar com alguém. Sobre Cavalo, garante que também ouviu "conversas de bastidores", mas que esse tipo de situação cabe ao departamento de futebol.

Depois de uma passagem vitoriosa pelo Criciúma como jogador na década de 1990, Cavalo retornou como técnico em 2007, e teve uma campanha inexpressiva. Liderou o time durante nove partidas do Brasileirão, com aproveitamento de 33,3%. Em 2015, comandou oito jogos da Série B com 54,1% de rendimento, e no ano seguinte, passou a temporada como técnico do clube e terminou o ano com índice de 49,1%.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do Criciúma   

 Veja também
 
 Comente essa história