Dos R$100 milhões divididos entre 18 times da Série B, a maior cota é do Figueirense, R$ 6,4 mi. Inter e Goiás têm contratos em separado. 

A lógica da divisão: 60% do montante é dividido de forma igualitária, 40% de forma escalonada conforme posição no Ranking da CBF de 2016.

Guarani, Boa, ABC e Juventude recebem as menores cotas, R$4,1 milhões (R$2,3 mi a menos que o Figueira). Já Inter e Goiás estão muito acima.

Reforço para o returno do Catarinense


Alan Mineiro está na mira do Figueirense Foto: Associação Ferroviária / divulgação

O Figueirense negocia com o meia Alan Mineiro da Ferroviária-SP. Jogador de 29 anos, já passou por Corinthians e Bragantino.

O atleta foi eleito o craque da Série A-2 do Paulista em 2015.

* Com informação do setorista da CBN Diário, Kadu Reis

Saiba mais:

Técnico Márcio Goiano lamenta empate com o Tubarão

Zagueiro Marquinhos cai no doping, chora e nega uso de substância ilícita


Exame detecta lesão grave em Zé Love, que pode ficar fora do Catarinense


Confira a tabela de classificação do Catarinense

->
 Veja também
 
 Comente essa história