Após falha, goleiro do Figueirense vai embora de táxi e está fora do clube Leo Munhoz/Agencia RBS

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Após falhar no primeiro gol da derrota do Figueirense para o Boa Esporte na noite desta terça-feira, o goleiro Fábio deixou o Estádio Orlando Scarpelli de táxi durante o intervalo da partida e agora está fora do clube catarinense. Quem explicou a situação aos jornalistas e torcedores do clube da Capital foi o Superintendente de Esportes alvinegro, Carlos Arini. Segundo o dirigente, que concedeu entrevista coletiva após o duelo, Fábio alegou problemas pessoais e tomou a atitude de deixar o campo com o jogo no intervalo.

- Estamos há muito tempo no futebol e existem situações inusitadas. Quem trouxe o Fábio fui eu, por isso peço desculpas ao torcedor de uma forma geral. Nem sempre a gente acerta e a responsabilidade da contratação é minha. Ele (Fábio) deixou o time no meio do intervalo, alegou problemas psicológicos, extracampo e foi embora. Falei com ele agora e ele não faz mais parte do grupo - disse Arini.

Além da falha no gol de Douglas Assis, Fábio também sofreu mais um gol, o segundo do Boa, ainda no primeiro tempo. Quando o time alvinegro voltou do intervalo, a surpresa: ao invés de Fábio, Márcio Goiano promoveu a entrada de Thiago Rodrigues, agora esclarecida pelo cartola alvinegro.

- Uma situação extremamente delicada, porque o Márcio teve que queimar uma substituição. Então é complicado. Fiquei surpreso, achei que era algo de lesão, já que o Fábio é experiente, tem 38 anos. Situação que nunca tinha vivido no futebol - completou Carlos Arini.

O Alvinegro volta a campo na terça-feira, às 20h30min, contra o Internacional, no Orlando Scarpelli. No mesmo dia, às 19h15min, o Boa visita o Guarani, em Campinas.

Em jogo com falha de goleiro, expulsão e gramado encharcado, Figueirense é derrotado pelo Boa
Leia mais notícias do Figueirense
Acesse a tabela de classificação da Série B

 Veja também
 
 Comente essa história