Técnico Marcelo Cabo precisa utilizar bem o pouco tempo para primeiros treinos no Figueirense Luiz Henrique/FFC

Dudu volta a ficar disponível após cumprir suspensão

Foto: Luiz Henrique / FFC

A estreia ficou para trás, e Marcelo Cabo tem pela frente os primeiros treinamentos no comando do Figueirense. São poucos, porque a equipe volta a jogar nesta terça-feira. Às 20h30, no Orlando Scarpelli, o adversário é o Luverdense. O desafio do novo treinador é conseguir imprimir seu trabalho de forma efetiva para que o Alvinegro termine de uma vez a sequência de seis partidas sem vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro.

— Tem o lado bom, que você não tem tempo para lamentar. Mas eu preciso trabalhar, estou chegando agora e vou ter criar mecanismos para trocar o pneu com o carro andando — comentou o comandante do Furacão.

Além do pouco tempo para treinar, Marcelo Cabo tem outro problema: os desfalques. O volante Zé Antônio e o meia-atacante Jorge Henrique não poderão jogar por conta de suspensões por cartões amarelos. Em compensação, o lateral-direito Dudu volta a estar disponível. 

O título da Série B do ano passado, pelo Atlético-GO, credenciou Cabo a ser o escolhido pelo Figueirense para comandar a equipe no retorno à elite do futebol nacional. O treinador carece de tempo, mas espera que, mesmo com pouco tempo, consiga imprimir algumas marcas de seu trabalho no Figueirense para o confronto diante do time de Lucas do Rio Verde (MS).

— Estou convicto que vamos alcançar nosso objetivo. É uma equipe qualificada, mas preciso trabalhar, dar continuidade ao que o Márcio fez, mas com a minha filosofia. O grupo está comprometido e vamos fazer um jogo competitivo na terça-feira – completou o treinador.

O elenco alvinegro faz o treino apronto ao confronto nesta segunda-feira. 

Acesse a tabela da Série B
Leia mais notícias sobre o Figueirense


 DC Recomenda
 
 Comente essa história