João Paulo lembra de jogos recentes e liga o alerta do Figueirense Luiz Henrique/Figueirense FC

Foto: Luiz Henrique / Figueirense FC

O Figueirense tem uma missão para o duelo das 17h de domingo, contra o Concórdia: entrar na partida atenta desde os primeiros movimentos do duelo no Orlando Scarpelli. O capitão João Paulo liga o alerta da equipe, embasado em jogos recentes. Contra o Inter de Lages e Tubarão, em fora de casa, o Figueira saiu atrás no placar ainda no comecinho dos jogos e teve de lutar até o fim da partida para poder mudar o resultado.

— A gente sabe da qualidade dos adversários no Catarinense, fomos jogar contra o Hercílio e o Inter de Lages e se não estivéssemos atentos, teríamos sido surpreendidos e perdido. Vai ser um jogo difícil, vamos respeitar, mas vamos nos impor e precisamos do resultado positivo – disse o lateral e meio-campista.

Os jogos anteriores somados ao empate sem gols com a Chapecoense, em 0 a 0, na rodada passada, não deixaram impressões positivas em relação ao futebol apresentado. João Paulo acredita que o torcedor vai cobrar agressividade necessária da equipe para voltar a triunfar após dois empates em sequência no Catarinense.

— É complicado criticar um time há tanto tempo sem perder. Estamos jogando bem, mas nos dois últimos jogos sofremos o gol cedo e isso nos fez tentar crescer dentro dos jogos. Contra a Chapecoense é um clássico, e os dois time se respeitaram, ninguém criou tanto e poderíamos ter arriscado mais. Mas somar pontos contra a Chapecoense não é ruim, mantivemos a liderança. Contra o Concórdia a torcida vai pressionar para agredirmos mais e precisamos estar convictos quanto a isso. Vamos estudar e analisar os pontos vulneráveis — apontou.

Confira mais notícias sobre o Campeonato Catarinense 2018
Confira a tabela do Estadual.

 Veja também
 
 Comente essa história