Amorim aponta motivações do Figueirense no clássico: torcida e encostar no G-4 Marco Favero/Diário Catarinense

Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

O Figueirense está em preparação para o clássico ante o Avaí, às 16h30min de sábado, na Ressacada. Por se tratar de um duelo com peso diferente, embora seja mais um compromisso na Série B do Campeonato Brasileiro, há mais que o objetivo de vencer para se reaproximar do G-4 em caso de vitória, segundo Felipe Amorim. De acordo com o meia-atacante, o elenco também quer o triunfo para fazer a alegria da torcida alvinegra.

— Esta é uma semana que é chave para conseguirmos os pontos que a gente almeja para conseguir subir. Sabemos da importância do clássico para a torcida e para nós, é muito importante. Estamos levando com seriedade, precisamos desses pontos, sempre respeitando o Avaí, mas estamos nos distanciando do G-4 e isso não é bom — descreveu o jogador em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira.

A pressão pela vitória acompanha o time preto e branco, e não apenas pela necessidade que a busca pelo acesso à Série A implica. É que nos três clássicos anteriores nesta temporada o Figueirense não comemorou triunfo após o apito final. Foram dois empates no Catarinense, em que o Figueira tinha vantagem no placar, e uma derrota, no Scarpelli, no primeiro turno da Série B.

— Clássico é campeonato à parte para os torcedores. É em todos os estados, mas aqui sinto um pouco diferente, é muito forte a cobrança para o clássico. Precisamos vencer, dar alegria à nossa torcida, estamos sendo cobrados por isso. 

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

 Veja também
 
 Comente essa história