Figueirense faz treino fechado, e Trevisan classifica próxima partida como "mais um jogo" Vinicius Nunes/Figueirense FC

Foto: Vinicius Nunes / Figueirense FC

O Figueirense não tem mais aspirações na Série B do Campeonato Brasileiro. O time acabou com o risco de rebaixamento e ainda tem mais três jogos para cumprir tabela na competição. Mesmo sem aspirações, o técnico Rogério Micale adota o mistério. O treinamento na manhã desta quinta-feira foi fechado, o último antes do duelo das 19h15min de sexta, contra o Vila Nova. Para o zagueiro Henrique Trevisan, o jogo vale apenas pela honra da equipe, que venceu apenas um dos últimos 11 compromissos.

— É importante, mais um jogo como qualquer outro. Temos três jogos para terminar o ano bem, vamos fazer um grande jogo em Goiânia, buscar a vitória, jogar pela nossa honra. Estou feliz pelo momento de estar jogando, atuando nas últimas partidas. Todo jogador quer jogar e eu também quero aproveitar a oportunidade que estou tendo — disse o defensor, em entrevista coletiva nesta quinta.

Henrique Trevisan tenta terminar o ano como começou, como titular. Ainda comandado pelo técnico Milton Cruz, ele iniciou a temporada entre os 11 e perdeu a condição ainda no decorrer do Campeonato Catarinense. Com Micale, retomou espaço entre os 11 na 30ª rodada e desde então é absoluto na posição.

— Fico feliz pela oportunidade que ele me deu contra o Sampaio Corrêa e depois me mantive no time. Agradeço a confiança, estou fazendo meu papel, procurando evoluir e me firmando cada vez mais — completa o zagueiro.

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

 Veja também
 
 Comente essa história