Avaí perde para o Goiás na Ressacada e é eliminado da Sul-Americana Flávio Neves/

Partida na Ressacada terminou 1 a 0 para o Goiás

Foto: Flávio Neves

Compartilhar

O Avaí deu adeus à Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, dia 11. O Leão, que tinha a vantagem do empate, perdeu para o Goiás por 1 a 0 na Ressacada e foi eliminado da competição. Com o resultado, o time esmeraldino avança às sefimifinais e irá enfrentar o Palmeiras, que se classificou ao vencer o Atlético-MG. O único gol da partida foi marcado por Rafael Moura, aos 44 minutos do primeiro tempo.

>>> Veja a galeria de fotos da partida

>>> Assista ao gol do Goiás no site da RBS TV SC


Primeira etapa

O Avaí dominou praticamente todo o primeiro tempo de jogo, apesar dos dois times estarem cometendo muitos erros de passe e faltas. O Leão jogava em velocidade, tentando arrumar espaço. Mas, mesmo assim, faltava arriscar mais chutes ao gol.

Aos 12 minutos, Rudnei fez linda jogada, saiu da marcação dos zagueiros esmeraldinos, mas demorou a chutar. Ele tentou girar para ficar sozinho e acabou perdendo a bola.

Quem teve uma boa chance também foi Roberto. Num lance, ele foi fazendo fila, naquela velocidade que a torcida azurra já conhece, mas foi derrubado.

O Avaí seguia tocando bola e arriscando pouco. Caio tentou um chute de fora de área, mas o goleiro Harlei defendeu sem dificuldade. Aos 41 minutos, Patric assustou. Ele chutou cruzado de direita e Harlei mandou para linha de fundo. A sequência da jogada foi para a torcida gritar 'UH!'. Pará cobrou escanteio certinho na cabeça de Emerson, mas a bola saiu, por muito pouco.

Se o Avaí não conseguia concluiur, o Goiás não desperdiçou a melhor chance que teve. Felipe recebeu passe de Wellington Saci após uma cobrança de falta e cruzou para Rafael Moura que mandou para o fundo das redes.

Segundo tempo

A segunda etapa começou mais movimentada. O Goiás estava correndo mais e ia em busca do segundo gol. Mas a empolgação esmeraldina não rendeu muito. O jogo começou a ficar truncado, feio, com sucessivos erros de passe. No lance mais bizarro, Saci deu um chute forte para o alto, no além. Ele podia ter dominado a bola mas não, ele simplesmente chutou para o céu.

Alguns lances bisonhos dominaram boa parte da segunda etapa até o Avaí resolver meter pressão. Algumas oportunidades foram criadas, mas faltava a tão esperada decisão. Emerson cabeceou para fora duas vezes. A bola passou perto nos dois lances, mas não entrou.

Aos 28 minutos, Diogo Orlando arriscou um lindo chute do meio da rua, mas a bola saiu por pouco. No lance seguinte, Pará cobrou falta direto para o gol, mas Harlei voou no canto certo e conseguiu defender.

O Avaí ainda lutava, tentava encontrar o caminho do gol, mas ninguém finalizava com precisão. Quando o chute acontecia, o goleiro Harlei defendia. No final da partida o Goiás ainda teve, pelo menos, duas chances de ampliar o marcador. Para a sorte do Avaí, Zé Carlos estava inspirado e segurou as investidas do adversário. Mesmo defendendo tudo na finaleira, o resultado eliminou o time catarinense da competição. Agora é reunir forças e lutar contra o rebaixamento na Série A.

Ficha técnica

AVAÍ (0)

Zé Carlos; Émerson Nunes (Marcelinho), Rafael, Emerson; Patric, Diogo Orlando, Rudnei (Jéferson), Caio, Pará; Válber (Robinho), Roberto
Técnico: Vagner Benazzi

GOIÁS (1)

Harlei; Ernando, Rafael Toloi, Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa, Wellington Saci; Felipe (Jones), Rafael Moura
Técnico: Artur Neto

Arbitragem: Héber Roberto Lopes (PR), auxiliado por Roberto Braatz (PR) e Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA)
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis

Público: 9.572
Renda: R$ 43.066,50

Cartões amarelos: Carlos Alberto e Marcão (G); Emerson Nunes, Rafael e Válber (A).
Gol: Rafael Moura, aos 44’1T (G)

CLICESPORTES
 Veja também
 
 Comente essa história