Estrada fala sobre a chance de ganhar um lugar entre os titulares do Avaí Flávio Neves/

Estrada chegou à Ressacada em janeiro

Foto: Flávio Neves

Com a saída do capitão Marquinhos para o Grêmio, uma vaga foi aberta no meio de campo do Avaí. Entre os possíveis substitutos está Estrada. O colombiano chegou à Ressacada em 7 de janeiro e desde então busca um espaço entre os titulares.

— Não sou eu quem vai decidir se vou jogar ou não. Fico tranquilo porque estou trabalhando bem e espero a oportunidade — coloca.

Para o meia, o grupo irá sentir falta do ídolo Marquinhos, um jogador com uma história importante no clube. Mas o grupo precisa focar no Campeonato Brasileiro e reagir na competição. 

— Temos que pensar no presente e nos jogadores que agora estão aqui. Cada um vai dar um pouco de si para melhorar. Nosso grupo é caracterizado pela união, pelo ambiente de alegria e de brincadeira. Tudo isso não se pode perder. Tem que estar latente mais do que nunca. Então é seguir com esse conceito de família, de querer entregar-se para o companheiro, que isso vai ser muito importante — analisa o colombiano.

Estrada diz ser um jogador dinâmico e está disposto a ajudar na marcação dentro de campo. Para ele, é hora de esquecer a eliminação na Copa do Brasil e trabalhar para corrigir os erros e melhorar. O meia também fala sobre o fato de ter caído no gosto da torcida e ter, em algumas partidas, o seu nome gritado nas arquibancadas.

—  O apoio da torcida sempre dá alegria e confiança. Acho que como jogador sempre vou gostar disso, mas eu só penso em jogar, em demonstrar minhas qualidades — completa.

O Avaí encara o Santos no próximo domingo, às 18h30min, na Vila Belmiro.

CLICESPORTES
 DC Recomenda
 
 Comente essa história