Schwenck reconhece erro por expulsão ao comemorar gol do Criciúma Wallace Teixeira, Ag Estado /

Schwenck e atletas do Criciúma reclamaram muito da expulsão do atacante

Foto: Wallace Teixeira, Ag Estado /

O atacante Schwenck reconheceu que errou ao fazer gestos obscenos na comemoração do segundo gol do Criciúma, ainda no primeiro tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Duque de Caxias, sábado, em São Januário, pela segunda rodada da Série B.

Ele pediu desculpas, principalmente aos companheiros, já que a expulsão deixou o Tigre fragilizado e com riscos de ceder o empate. Segundo o jogador, os gestos após o gol de bicicleta foram um desabafo pelas provocações de dois torcedores que o perseguem.

— São duas pessoas que faz muito tempo me incomodam, sempre que vou jogar no Rio de Janeiro. Quando fiz o gol, aquele gesto com as duas mãos foi para eles —esclareceu.

— Nunca havia feito isso em 18 anos como jogador e não queria que as crianças que me consideram um ídolo se espelhem naquele comportamento errado — completou.

No treino da última terça, Edson Gaúcho começou a encaminhar o time que encara o Náutico, sábado, em Criciúma. O volante Carlinhos Santos, com dores no joelho, pode ser substituído por Jackson. No ataque, Zé Carlos treinou entre os titulares, mas é Lincom quem deve substituir Schwenck.
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história