Avaí vence por 6 a 1 e decreta o rebaixamento do Marcílio Dias  Flávio Neves/Agencia RBS

Felipe Alves marcou três gols em sua estreia com a camisa azurra

Foto: Flávio Neves / Agencia RBS

No primeiro jogo sem Mauro Ovelha no comando, o Avaí fez a sua maior goleada no Campeonato Catarinense. Nesta quarta-feira, dia 28, em uma noite iluminada do estreante Felipe Alves, o time do novo treinador Hemerson Maria venceu por 6 a 1 o Marcílio Dias na Ressacada.

• Confira a galeria de fotos da partida
• Assista aos gols do confronto

O resultado mantém o Leão com esperanças de classificação para as semifinais da competição e decretou o rebaixamento do adversário.

Ofensividade no esquema

Com um esquema mais ofensivo, no 4-4-2, o Leão levava perigo constante à meta do Marcílio. Ao mesmo tempo, o adversário aproveitava os espaços do setor defensivo para os contra-golpes.

A primeira boa chegada do Avaí foi aos 5 minutos. Aelson cruzou e o goleiro Segalla se adiantou, evitando o chute de Nunes. Dois minutos depois, Nunes recebeu de Arlan dentro da área, girou e bateu fraco. O goleiro defendeu.

O Marcílio chegou forte aos nove. Nilson Sergipano cobrou falta direto e Diego afastou, por cima, para a linha de fundo. Aos 10, o Leão voltou a assustar. Arlan cruzou para Nunes, de cabeça, mandar perto do gol de Segalla. Aos 12, Cleber Santana arriscou uma bomba de fora da área.

Estreia com categoria

De tanto insistir, o Leão abriu o placar aos 21 minutos do primeiro tempo. O estreante Felipe Alves recebeu cruzamento de Arlan e, de cabeça, mandou para o fundo da rede. Aos 24, quase que o Avaí ampliou. Cleber Santana mandou uma bomba em um chute cruzado, para Segalla, mas o goleiro fez grande defesa.

Mas a noite era mesmo do estreante Felipe Alves. Aos 35, com categoria, o garoto de 21 anos rebeceu dentro da área, tirou André Luís da jogada e bateu para ampliar para 2 a 0.

E se o Leão já estava na frente do placar, ficou também com vantagem numérica. Aos 40, Thiaguinho, por reclamação, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. No minuto seguinte, Anelka se chocou com Nunes. O atacante cobrou o pênalti, o goleiro defendeu, a bola explodiu na trave e, no rebote, Felipe Alves não perdoou e garantiu o 3 a 0 aos 43.

Antes do final do primeiro tempo, o técnico Mauro Ferreira já fez a primeira troca: Leandro Mello na vaga de Júnior.

Marinheiro ensaia reação

O Marcílio começou a partida correndo atrás do placar. No primeiro minuto de jogo, Kadu cabeceou rente à trave. Com a vantagem elástica no escore, o Avaí tocava a bola, sem pressa. Aos quatro, Saldanha arriscou de longe e o goleiro defendeu. Aos seis, foi a vez de Cleber arriscar, para fora.  Aos nove, Nunes tentou de bicicleta. A bola bateu na defesa e saiu.

Aos 12, o Marinheiro surpreendeu. Nilson Sergipano cobrou falta direto e a bola encobriu o goleiro Diego. Golaço. Mas foi só. O time azurra voltou a dominar o jogo.

O Avaí respondeu com Robinho, aos 14, em um chute alto de dentro da área. Aos 15, Saldanha tentou de cabeça.

O técnico Hemerson Maria tirou a estrela da partida. Aos 17, Felipe Alves saiu para a entrada de Laércio Carreirinha.

Aos 18, o Avaí desperdiçou a chance de ampliar. Nunes foi puxado na área por Carlos Eduardo e o juiz marcou pênalti. Cleber Santana cobrou e a bola explodiu na trave.

Goleada sacramentada

Com Diego Palhinha no lugar de Saldanha, o Leão começou a tocar mais a bola e a administrar o jogo. Aos 25, Cleber Santana bateu colocado e Segalla mandou para escanteio. Depois da cobrança, a bola sobrou para Nunes. Ele chutou fraco nas mãos do goleiro.

Aos 36, Diego Palhinha aproveitou o vacilo do Marinheiro, roubou a bola e correu para a área. O meia tirou Carlos Eduardo da jogada e mandou no canto para fazer o 4 a 1. Aos 43, Bruno soltou uma bomba, o goleiro defendeu e, no rebote, Laércio Carreirinha fez 5 a 1. Aos 45, Diego Palhinha marcou outro e decretou a maior goleada do Leão na competição: 6 a 1. O resultado sacramentou o rebaixamento do Marcílio Dias.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ (6)
Diego; Arlan (Marrone), Renato Santos, Leandro Silva, Aelson; Bruno, Cleber Santana, Saldanha (Diego Palhinha), Robinho; Felipe Alves, Nunes
Técnico interino: Hemerson Maria

MARCÍLIO DIAS (1)
Segalla; Carlos Eduardo, Anelka, André Luís e Willian (Amaral); Thiaguinho, Giva, Nilson Sergipano, Júnior (Leandro Mello); Kadu e Valdir (Thomaz)
Técnico: Mauro Ferreira

Arbitragem: Evandro Tiago Bender auxiliado por Neuza Ines Back e Thiago Americano Labes
Amarelos: Saldanha (A), Robinho (A), Thiaguinho (M), Willian (M), André Luís (M), Carlos Eduardo (M), Giva (M)
Vermelho: Thiaguinho (M)
Gols: Felipe Alves, aos 21, aos 35 e aos 43 minutos do 1º tempo. No 2º tempo, Nilson Sergipano, aos 12, para o Marcílio; Diego Palhinha, aos 35 e 45 e Laércio Carreirinha, aos 43 minutos para o Avaí
Local: Ressacada
Público: 1.790
Renda: R$ 15.560

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história