Florianópolis estaria perto de anunciar novo investidor para time de vôlei Jessé Giotti/Agencia RBS

Com patrocínio da Cimed, time conquistou quatro títulos na Superliga

Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS

O fim da parceria com a Cimed não impedirá que a cidade de Florianópolis tenha um time na edição 2012/13 da Superliga Masculina. Apesar de já ter perdido quase todos os seus principais nomes, a equipe deve estar no próximo campeonato nacional.

A incógnita reside no quanto poderá ser investido na contratação de reforços. Caso não obtenha um patrocinador master — como era a Cimed —, a Prefeitura de Florianópolis e o Governo de Santa Catarina devem arcar com as despesas de um elenco com um orçamento um pouco mais modesto.

A informação vai na mesma direção do discurso de Renan Dal Zotto, que encabeçava o projeto com a Cimed e que está em busca de empresas para dar um suporte maior à equipe catarinense.

— Nós estamos, nesse momento, sem um patrocinador master. Estamos apenas com o apoio do Governo de Santa Catarina e da Prefeitura de Florianópolis. Mas ainda estamos no mercado para ver se captamos algum projeto — disse o ex-gestor da Cimed.

A equipe de Florianópolis deve anunciar nos próximos dias o nome do patrocinador que bancará a continuação do seu projeto no vôlei. Inclusive, alguns jogadores já foram sondados sobre a possibilidade de fazer parte da equipe catarinense.

Em contato com a reportagem do Lancenet, Renan evitou fazer qualquer tipo de prognóstico quanto à definição de um novo parceiro para o time.

— É difícil dizer. Há muitas empresas boas interessadas mas, até acontecer, demora muito. Neste processo para achar um patrocínio, há muito mais “não” do que “sim” das empresas — afirmou.

LANCEPRESS
 DC Recomenda
 
 Comente essa história