Quadras do Brasil Tennis Cup estão quase prontas e com ingressos à venda Guto Kuerten/Agencia RBS

Quadra passou pelos últimos retoques na segunda-feira

Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS

A Arena que vai sediar as partidas do Brasil Tennis Cup já está em fase final de montagem na sede da Federação Catarinense de Tênis, na Avenida Beira-Mar Norte, bairro Agronômica. Enquanto as tenistas não chegam, é hora de escolher o lugar e o dia para testemunhar a volta do circuito mundial de tênis feminino, o WTA, ao Brasil após 12 anos de ausência.

Na segunda-feira, as quadras de piso rápido foram finalizadas com a demarcação das linhas. Operários ainda trabalham na montagem da estrutura metálica, que irá oferecer uma série de comodidades para os espectadores, como camarotes, banheiros, área de alimentação, além de um restaurante exclusivo para as jogadoras.

O trabalho será finalizado na quinta-feira, quando também começa a a venda de ingressos no local. Até lá, o torcedor pode garantir o seu lugar no site www.blueticket.com.br. A Arena terá capacidade para 3.350 pessoas, distribuídas em três quadras. Só a quadra central, poderá contar com 2.450 espectadores.

As partidas nas outras duas quadras podem ser assistidas por até 400 torcedores. Um esquema especial de transporte com vans até o local do evento está sendo estudado. Áreas das imediações da Arena também serão disponibilizadas para estacionamento. O torneio começa no sábado, dia 23, com o início do qualifying, que se encerra no dia seguinte, pela manhã. As primeiras partidas da chave principal começam a ser disputadas a partir das 15h de domingo, dia 24.

Dois convites ainda estão pendentes

A direção técnica do Brasil Tennis Cup aguarda ainda a definição da WTA sobre dois convites (wildcard) que a entidade têm direito.

– Até sexta-feira a WTA deve se pronunciar – garante o diretor técnico Rafael Westrupp.

Outros dois wildcards são definidos por Westrupp, que consultou o núcleo de alto rendimento da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) para definir as convidadas, como a atual número um dos Brasil, Teliana Pereira. Se a WTA não indicar as suas convidadas, a missão ficará para Westrupp. Porém, até sexta-feira, se alguma top 20 do circuito da WTA solicitar o convite, ele será ofertado.

Clique na imagem para ampliar:
 

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história