Figueirense leva susto, mas consegue vencer o Arapongas e se classifica na Copa do Brasil Cristiano Estrela/Agencia RBS

Maylson abriu o placar no Orlando Scarpelli

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

O Figueirense venceu o Arapongas por 3 a 1 no Orlando Scarpelli e conseguiu se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil. Apesar da vitória o time alvinegro não foi perdoado por sua torcida que criticou os erros de passe e principalmente a atuação do lateral André Rocha, que foi perseguido pelas vaias.

• Confira a galeria de fotos da partida

Antes da vitória a equipe de Adilson Batista ainda levou um susto quando Cristovan empatou a partida aos 11 minutos do segundo tempo, porém o Figueira conseguiu a virada embalado no ritmo de Rafael Costa, que fechou o placar marcando o terceiro gol, e o seu primeiro com a camisa do Furacão.  

Pressão alvinegra

Adilson Batista manteve a base do Campeonato Catarinense, a única novidade do Figueirense contra o Arapongas era o atacante Rafael Costa, que jogou centralizado, na clássica posição do camisa nove. O termômetro marcava 16°C quando começou a partida, noite fria na Capital, assim como a torcida do Figueirense que impaciente não perdoava os erros dos jogadores alvinegros, principalmente André Rocha.

O Furacão só arrancava aplausos quando as tabelas funcionavam e os atacantes ficavam de frente para o gol. Foi assim aos seis minutos quando Ricardinho recebeu na entrada da área e arriscou de longe, a bola passou perto da trave do goleiro Édson.

Aos 11 minutos o Figueirense partia para o ataque quando André Rocha errou um passe e entregou a bola para o Arapongas que saiu no contra-ataque com Edu Amparo. O atacante Éder quase ficou em ótima posição para marcar, mas Marcelo Toscano saiu do ataque correndo e salvou o Figueirense.

Maylson era o jogador mais perigoso do Alvinegro, assim foi aos 15 minutos depois de cruzamento de Ricardinho o camisa oito desviou de direita para a defesa de Édson. Aos 24, ele recebeu na entrada da área e chutou forte, a bola desviou na zaga e facilitou a defesa do goleiro.

O Arapongas pouco chegou no ataque, mas aos 25 minutos o volante Jean recebeu de Edu Amparo na entrada da área e arriscou de longe. A bola passou perto do travessão assustando o torcedor alvinegro.

Vestindo a camisa nove Rafael Costa jogava centralizado, mas se movimentava bastante, ajudando também na marcação. Aos 26 a defesa do Arapongas saiu jogando errado e Ricardinho ficou com ela. O camisa 10 alvinegro cruzou na área e Jean afastou no rebote Maylson toca para Toscano que chuta de direita, Édson faz grande defesa.

Aos 32 minutos mais um erro da defesa e Rafael Costa arrancou com a bola dominada e chutou de direita da entrada da área, Édson defendeu. A insistência do Figueirense teve resultado apenas aos 44 minutos quando Marcelo Toscano recebeu pela a direita e chutou cruzado, Édson defendeu e no rebote Maylson empurrou para o gol abrindo o placar no Scarpelli.

Sufoco

O segundo tempo começou com o Figueirense dominando a partida e a posse de bola. Em dois minutos o Alvinegro teve a chance de ampliar. Aos sete Ricardinho sozinho dentro da área cabeceou para fora e aos nove depois de uma erro da zaga do Arapongas Maylson de voleio quase marcou o segundo.

Enquanto o Furacão perdia as chances de ampliar o time do Paraná não desperdiçou a única chance que teve. Aos 11 minutos o lateral Cristian tabelou com Éder e na frente do goleiro Ricardo marcou o gol do empate. A torcida do Figueirense indignada mais uma vez vaiou o time e alguns alvinegros deixaram o Scarpelli.

O gol deixou o time do Figueirense desnorteado que só reencontrou o caminho do jogo aos 22 minutos quando Ricardinho arriscou de fora da área de esquerda, a bola desviou no meio do caminho e enganou o goleiro Édson que ainda tocou na bola antes de ela entrar no gol.

Aos 30 minutos em mais uma jogada de Rafael Costa o atacante Pablo, que entrou no segundo tempo, ficou de frente para o gol e arriscou de perda esquerda. O goleiro Édson teve que espalmar a bola para a linha de fundo. Um minuto depois foi a vez de Gerson Magrão arriscar, e de mais uma vez o goleiro do Arapongas trabalhar.

Com o placar adverso o Arapongas saiu da defesa e foi para o ataque, nesse momento o Figueirense aproveitou para matar o jogo. Aos 33 minutos depois de boa jogada de Pablo o atacante cruzou para a área e Rafael Costa sozinho marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

Aos 41 minutos depois de cobrança de escanteio Douglas cabeceou a bola na trave, dois minutos depois Rafael Costa recebeu dentro da área, ele cortou para a direita e chutou forte, mais uma vez a bola explodiu no travessão.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE

Ricardo; André Rocha (Willian Cordeiro), Thiego, Douglas, Gerson Magrão; Willian Magrão, Tinga, Maylson, Ricardinho (Wellington Saci), Rafael Costa; Marcelo Toscano (Pablo)

Técnico: Adilson Batista

ARAPONGAS

Édson; Cristovan, Breno, Gilson, Victor Gava; Joedson (Paulinho Guará), Luís Mário, Jean, Edu Amparo; Lucas Osório (Rick) e Éder

Técnico: Lio Evaristo

Gols: Maylson (F), aos 44 minutos do 1º tempo. Cristovan (A), aos 11, Ricardinho (F), aos 22, e Rafael Costa (F), aos 33 minutos do 2º tempo
Cartões Amarelos: Joedson e Luís Mário (A); André Rocha e Tinga, Pablo, Douglas (F)Arbitragem: Diego Almeida Real, auxiliado por Marcelo Bertanha Barison e Jose Javel Silveira (trio do RS)
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Público: 4531
Renda: R$ 50.395.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história