Torcida da Chapecoense movimenta o domingo nas ruas de Chapecó Alvarelio Kurossu/Agencia RBS

Eloí Zanotelli está confiante que a partida vai terminar 3 a 0 para a Chapecoense, que com esse resultado seria campeã

Foto: Alvarelio Kurossu / Agencia RBS

Chapecó amanheceu devagar. Em silêncio, como aquele que antecede grandes momentos. Céu nublado, clima úmido. Parecia um domingo normal. Mas bastou as 10h da manhã chegar que o cenário mudou. Ao som de buzinas, a cidade acordou para a tarde da final do Campeonato Catarinense.

Em frente à praça Coronel Bertaso, na avenida Gétulio Vargas, um varal expõe bandeiras e camisetas da Chapecoense.

 
O comerciante Françoa Segnor esperava mais movimento na final
Foto: Alvarélio Kurossu/Agência RBS

— Bandeira, bandeira, camiseta do time campeão — grita Françoa Segnor aos carros que passam buzinando com janelas abertas.

O vendedor esperava um movimento maior e avalia que o resultado do primeiro jogo afastou um pouco o entusiamo da torcida. Mas não é assim que pensa Eloí Zanotelli. O torcedor de carteirinha da Chape está mais confiante e gastou R$ 80,00 com uma bandeira e outra camiseta para a esposa.

— Vai ser 3 a 0. Dois gols do Gral e um do Athos — afirma o torcedor.

Chapecoense e Criciúma entram em campo às 16h para decidir o Campeonato Catarinense de 2013. O jogo será na Arena Condá, Chapecó. A primeira partida terminou 2 a 0 para o Tigre, que tem a vantagem do empate. A Chapecoense precisa vencer por 2 gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis, e por 3, ou mais, para ser campeã direto.
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história