Dupla de Diegos acaba com o jogo e Avaí goleia o Vasco por 5 a 0 fora de casa Cleber Mendes/Agência Lancepress!

Diego Felipe marcou o segundo e quarto gol do Leão

Foto: Cleber Mendes / Agência Lancepress!

O Avaí foi cirúrgico contra o Vasco no primeiro tempo e foi avassalador na etapa final. Diego Jardel, que substituiu Marquinhos, foi o craque do jogo com duas cobranças de faltas perfeitas que renderam os gols de Anderson Lopes e o primeiro de Diego Felipe, e outro belo chute para marcar o terceiro gol do Leão. O artilheiro Diego Felipe marcou mais um e Roberto encerrou a conta em 5 a 0 a para o Avaí.

> Goleada derruba treinador Adilson Batista do Vasco
> Diego Jardel lembra de avô, velado neste sábado
> Confira como foi o minuto a minuto do jogo
> Leia todas as notícias do Avaí

Vale ainda destacar que o goleiro Vagner pegou um pênalti quando jogo estava ainda 2 a 0 para o Avaí. O resultado garantiu o Avaí no G-4 da Série B ao final do primeiro turno e ainda manteve as esperanças de permanecer na liderança do campeonato. Para isso, o torcedor do Leão precisa secar o Ceará contra a Luverdense, às 21h deste sábado. Acompanhe o jogo aqui.

> Confira a classificação da Série B

Preocupado em segurar uma pressão inicial do adversário, o Avaí fez o contrário e começou melhor a partida em São Januário. Se manteve a maior parte dos 15 primeiros minutos no campo ofensivo. Mas logo o Vasco inverteu a situação. Até que aos 24 minutos de jogo, quase que Dakson marca um golaço.

Após falha de marcação da defesa avaiana, Vagner se obrigou sair da área e tocar de cabeça. Na sobra, Dakson mandou uma bicicleta de fora da grande área e quase acertou o gol. Para sorte do Leão, a bola saiu pela linha de fundo.

Mas quem não faz, leva. E o Avaí não perdoou. Não perdoou e mostrou que os treinamentos de bola parada podem fazer diferença. Destaque para Diego Jardel que cobrou a falta com maestria para Pablo no meio da área, o zagueiro desviou e Anderson Lopes chutou forte para as redes. O Leão abria o placar, e não pararia por aí.

Quatro minutos depois, o Vasco mostrou que não aprendeu como erro. Diego Jardel cobrou falta na área, Pablo desviou e, depois da falha do goleiro, Diego Felipe mandou para o gol. Lance muito parecido com o primeiro gol e claramente ensaiado nos treinos do Avaí. Sem ter criado muitas chances, mas perfeito quando foi ao ataque, o Leão fazia 2 a 0 no primeiro tempo.

Segundo tempo começa agitado

Atrás no placar, o Vasco foi ao ataque e o jogo ficou aberto. Aos 10 minutos, Rafael Silva descontaria para o Vasco se não estivesse em posição de impedimento, muito bem marcado pelo assistente. Três minutos depois, Bocão coloca a mão na bola dentro da área. Pênalti para o Vasco.

E Vagner defende. O goleiro do Avaí pega a cobrança de Douglas e fecha o gol no rebote. O Avaí sobrevivia com a vantagem segura de 2 a 0 no placar.

E então o melhor em campo é premiado. Dessa vez, Diego Jardel não colocou a bola na área. O camisa 10 do Avaí mandou direto no ângulo e marcou um golaço. Ele que já havia cobrado duas faltas com categoria na área que renderam os dois primeiros gols do Leão, marcava o seu aos 20 minutos do segundo tempo.

O Vasco ainda estava desnorteado em campo, quando o Diego Felipe deu o golpe de nocaute. Diego Jardel lança, Anderson Lopes chuta, e no rebote Diego Felipe amplia. Mas ainda tinha mais. Depois que Luan foi expulso por falta no meio-campo, o Vasco se entregou e o Avaí apenas administrou o jogo. Aos 42 minutos, Roberto ainda acertou outra bela cobrança de falta e ampliou a goleada para 5 a 0.

O Avaí aplicava um sonora goleada no Vasco e e encerrava o turno da Série B garantido na vice-liderança e secando o Ceará contra a Luverdense (partida das 21h deste sábado) para quem quem sabe fechar como líder.

Na arquibancada de São Januário, os torcedores do Avaí gritavam:

— Alemanha, Alemanha, Alemanha....

Ficha Técnica

Vasco
Martín Silva; André Rocha (Rafael Vaz), Luan, Douglas Silva, Lorran, Aranda, Fabrício, Douglas, Dakson (Edmílson), Guilherme Biteco (Rafael Silva), Thalles
Técnico: Adilson Batista

Avaí
Vagner; Bocão (Abuda), Pablo, Antônio Carlos, Marrone, Eduardo Costa, Eduardo Neto, Diego Felipe, Diego Jardel (João Filipe), Anderson Lopes, Paulo Sérgio (Roberto)
Técnico: Geninho

Gols: Anderson Lopes, aos 37, e Diego Felipe, aos 41 minutos do primeiro tempo. Diego Jardel, aos 20 min, e Diego Felipe aos 24 minutos.
Cartões Amarelos: Diego Jardel, Bocão, Aranda, Fabrícia, Rafael Silva
Cartões Vermelhos: Luan

Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento (AL), auxiliado por Alessandro A Rocha de Matos (BA) e Fábio Pereira (TO) (trio da FIFA)
Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro

 Veja também
 
 Comente essa história