Em grande jogo, Avaí segura Ceará e mantém vantagem sobre rival Christian Alekson/CearaSC.com/

Magno Alves (E) marcou duas vezes para o Ceará e Marrone fez o segundo do Avaí

Foto: Christian Alekson/CearaSC.com

O Avaí é o clube com maior números de invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão não sabe o que é perder há 10 jogos e só perde a liderança se o Joinville vencer o Atlético-GO, sábado, às 16h10min, na Arena.

::: Veja como foi a partida no Castelão
::: Confira a tabela e classificação da Série B

::: Mais informações do Avaí na página especial do clube

O Leão é consistente e, se manter a regularidade, o acesso não vai demorar a chegar na Ressacada. Ontem, contra o Ceará, um adversário direto na luta pela Série A, a equipe azurra mostrou mais uma vez sua força fora de casa.

O Avaí estava vencendo por 2 a 1, de virada, mas sofreu o empate. Analisando apenas a partida, o resultado pode parecer ruim. No entanto, a força do Leão, desfalcado e com jogadores improvisados, em buscar a virada, é o que a equipe precisa para conseguir concluir o sonho de voltar a elite do futebol nacional.

Na sexta-feira, o time saiu perdendo com o gol de Magno Alves, mas empatou com Anderson Lopes. Depois, Marrone virou para o Leão, mas Magno Alves voltou a marcar e determinou o placar final do jogo.

Visitante indigesto e campanha de campeão

Fora de casa, o Avaí tem campanha de time campeão. São 12 partidas longe de Florianópolis até agora e o Leão perdeu apenas dois jogos - para o América-RN e Boa Esporte. Dos 45 pontos conquistados na Série B, 24 foram fora de casa.

Agora, faltam 19 pontos para a equipe azurra voltar para a Série A do Brasileirão. Por isso, o Avaí espera o apoio dos avaianos terça-feira, às 19h30min, contra o Paraná, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ (2)


Luís Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Wellington Carvalho, Vicente; João Marcos, Souza (Lulinha), Eduardo (Amaral), Nikão; Magno Alves e Lima (Felipe Amorim)

Técnico: Sérgio Soares

AVAÍ (2)

Vágner; Bocão, Antonio Carlos, Pablo, Marrone (Eltinho); João Filipe, Eduardo Neto, Diego Felipe, Marquinhos (Paulo Sérgio); Anderson Lopes e Roberto (Diego Jardel)

Técnico: Geninho

Gols: Magno Alves (C), aos 23, Anderson Lopes (A), aos 26, e Marrone (A), aos 36 minutos do 1º tempo. Magno Alves (C), aos 17 minutos do 2ª tempo
Cartões amarelos: Eduardo, João Marcos e Lima (C); Eduardo Neto e Eltinho (A)
Arbitragem: Marielson Alves Silva, auxiliador por Alessandro Rocha de Matos e Luiz Carlos Silva Teixeira (trio da BA)
Local: Castelão, em Fortaleza
DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história