Raimundo Queiroz é pego em vídeo fazendo gestos obscenos à torcida do Criciúma e pede desculpas. Confira! Caio Marcelo/Agencia RBS

Foto: Caio Marcelo / Agencia RBS

Depois de fazer gestos obscenos aos torcedores, que protestavam durante a derrota de 2 a 0 do Criciúma para o JEC, o executivo de futebol Raimundo Queiroz enfrentou problemas para deixar o Estádio Heriberto Hülse. Quando conseguiu sair, com escolta policial, o cartola pediu desculpas e disse que apenas dirigiu os gestos para quem fez o mesmo com ele.

Mesmo com presença de um grande número de seguranças privados do estádio e reforços da Polícia Militar, que deu apoio com efetivos e cavalaria, o cartola ficou mais de uma hora depois do jogo esperando para deixar o Majestoso.

::: Leia mais notícias do Campeonato Catarinense

Ainda no segundo tempo da disputa, cerca de 300 torcedores foram para o pátio do estádio e ficaram esperando Queiroz. Muitos foram dispersados pela PM e pelos seguranças, mas quando o cartola conseguiu passar, sob orientação da polícia, alguns torcedores ainda estavam presentes.

Com gritos, xingamentos e pedidos pela volta do ex-executivo de futebol, Valdecir Rampinelli, os torcedores cobraram Raimundo Queiroz, que se limitou a responder:

— Se vocês não derem tempo pra eu fazer as coisas que tem que fazer, não vai dar certo. Nós não temos dinheiro pra fazer a equipe que vocês querem — disse.

Confira o vídeo do momento dos gestos:

Esse é o diretor de futebol do Criciúma E.C. Sr. Raimundo Queiroz! Gesto de "honra" para a nossa torcida...tive o desprazer de filmar tal ato! #VoltaRampinelli

Posted by Lucimar Frasseto Canto on Wednesday, 25 March 2015

Problemas nos bastidores

Nos bastidores, dirigentes do clube comentam que é muito difícil que Queiroz continue no Criciúma. O próximo desafio do Tigre é contra o Joinville, às 16h deste sábado, na Arena Joinville.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história