Filho do presidente da FCF e técnico do Figueirense se desentendem após final do Catarinense Marco Favero/Agencia RBS

Foto: Marco Favero / Agencia RBS

O apito final da partida na Arena Joinville foi o estopim para uma confusão entre o filho do presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfinzinho, e o técnico do Figueirense, Argel Fucks.

::: JEC empata, fica com a taça, mas título será confirmado no tribunal
::: Leia tudo sobre o Campeoanto Catarinense

::: Presidente do Figueirense garante luta nos tribunais

Assessor especial da FCF, Delfinzinho começou a discutir com o comandante alvinegro, que não deixou barato e respondeu a provocação. O bate-boca começou porque o treinador mandou seus atletas entrarem para o vestiário e o filho de Delfim Pádua Peixoto Filho queria que eles ficassem em campo para receber a premiação.

Em pouco tempo a confusão aumentou, a medida que os jogadores alvinegros desciam para o vestiário. A turma do chega disso apaziguou a situação.

— Não foi nada, discussão de futebol. Coisa normal pelo nervosismo do momento — disse Argel botando panos quentes no que aconteceu.

Quem não gostou nada do que aconteceu foi o presidente da FCF. Delfim ficou irritado com o filho e deu uma bronca em Delfinzinho.

— Você provocou, tem que ter calma — disse Delfim ao filho.

Ânimos quentes no intervalo

Na saída do intervalo, o capitão do Figueirense, Marquinhos, e o atacante do JEC Kempes se desentenderam, começando um empurra-empurra entre os atletas dos dois times. O árbitro Sandro Meira Ricci observou a situação e antes de começar o segundo tempo amarelou os dois jogadores que iniciarem a confusão.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história