Anselmo foi o melhor em campo pelo JEC na derrota para o Internacional  Félix Zucco/Agencia RBS

Tricolor não conseguiu segurar o empate e perdeu por 1 a 0 em Porto Alegre

Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

O Joinville perdeu por 1 a 0 para o Internacional fora de casa, neste sábado, pela Série A do Campeonato Brasileiro. A. O "AN" acompanhou a partida e avaliou a atuação de todos os jogadores do Tricolor. Confira as notas:

Confira todas as informações sobre o JEC

Agenor - 6
Pouco exigido durante a partida.

Edson Ratinho - 5,5
Sem problemas na marcação, mas apoiou pouco.

Rafael Donato - 6
Seguro na defesa, por baixo e pelo alto.

Guti - 6
Na mesma situação de Donato.

Diego - 4,5
Não apoiou e largou Vitinho no lance do gol.

Naldo - 5,5
Discreto na partida.

Anselmo - 6,5
Melhor do JEC em campo. Vacilou quando teve grande chance no primeiro tempo.

Lucas Crispim - 5
Sumido, nada fez ofensivamente.

Marcelinho - 5
Errando passes e pouco efetivo na bola parada.

Ricardo Bueno - 5
Não estava bem até sofrer a lesão.

Kempes - 5
Bem longe do jogador que foi bem nos últimos jogos.

Edigar Júnio - 5,5
Um pouco mais de movimentação ao ataque, mas pouco para quem precisava do gol.

Willian Popp - sem nota
Saiu lesionado.

Marion - 5,5
Situação parecida com a de Edigar Júnio.

PC Gusmão - 6
Equipe bem montada defensivamente, mas efetividade no ataque.

mesma situação de Donato.

Diego - 4,5
Não apoiou e largou Vitinho no lance do gol.

Naldo - 5,5
Discreto na partida.

Anselmo - 6,5
Melhor do JEC em campo. Vacilou quando teve grande chance no primeiro tempo.

Lucas Crispim - 5
Sumido, nada fez ofensivamente.

Marcelinho - 5
Errando passes e pouco efetivo na bola parada.

Ricardo Bueno - 5
Não estava bem até sofrer a lesão.

Kempes - 5
Bem longe do jogador que foi bem nos últimos jogos.

Edigar Júnio - 5,5
Um pouco mais de movimentação ao ataque, mas pouco para quem precisava do gol.

Willian Popp - sem nota
Saiu lesionado.

Marion - 5,5
Situação parecida com a de Edigar Júnio.

PC Gusmão - 6
Equipe bem montada defensivamente, mas efetividade no ataque.

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história