Atlético-MG vence a Ponte e abre vantagem em relação ao Grêmio Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação/

Galo marcou duas vezes no início do segundo tempo

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação

Com direito a emoção no final, o Atlético-MG venceu a Ponte Preta por 2 a 1 no Independência e manteve os oito pontos de desvantagem para o Corinthians, líder do Brasileirão, além de aumentar para seis a vantagem em relação ao Grêmio. Os gols da vitória foram marcados por Luan e Giovanni Augusto, ainda no início do segundo tempo. No final do jogo, Renato Chaves descontou para a Ponte, que quase empatou o jogo já no apagar das luzes, não fosse grande defesa do goleiro Victor.

Confira a tabela do Brasileirão

O jogo
O Atlético-MG teve mais posse, finalizou e ameaçou com mais frequência, mas parou na forte marcação da Ponte. Fechando bem os espaços em campo, a proposta dos visitantes funcionou na etapa inicial, descendo ao ataque somente para contragolpear em velocidade. Forçado a trabalhar mais a bola para penetrar no campo adversário, o Atlético melhorou a partir dos 15 minutos, mas esbarrou na ótima atuação do goleiro Marcelo Lomba. Por pelo menos três vezes, o camisa 1 da Ponte Preta evitou os gols de Lucas Pratto, Leonardo Silva e Leandro Donizete.

Arrascaeta marca, Cruzeiro vence o Goiás e alimenta sonho do G-4

A vibração que faltou na primeira metade do jogo sobrou logo no início do segundo tempo. O Galo voltou motivado e garantiu os três pontos em duas roubadas de bola ainda antes dos 10 minutos. Primeiro com Luan, que iniciou a jogada no meio-campo e foi para a área pegar o rebote de Lomba. 1 a 0 que durou pouco, já que Douglas Santos acertou o pé no lado esquerdo, partiu em velocidade e colocou a bola na cabeça de Giovanni Augusto, autor do segundo gol.

Corinthians vence Flamengo, garante Libertadores e se aproxima de título

Com a vitória na mão, o Atlético tirou o pé do acelerador, mas pagou por isso. A Ponte Preta procurou arriscar um pouco mais em campo e diminuiu já nos acréscimos, com Renato Chaves. Ainda deu tempo de Cesinha ficar cara a cara com Victor, mas o goleiro atleticano barrou o atacante e evitou a ducha de água fria para o torcedor. Em contrapartida, Jemerson levou um cartão amarelo já aos 50 minutos e virou desfalque para a partida contra o Corinthians, no próximo domingo.

*LANCEPRESS

 DC Recomenda
 
 Comente essa história