Atlético-PR cede empate para o Cruzeiro e chega a oito partidas sem vitória Geraldo Bubniak/Light Press/Divulgação

Foto: Geraldo Bubniak/Light Press / Divulgação

Não foi dessa vez que o Atlético-PR conseguiu quebrar o longo jejum de vitórias no Brasileirão. Nesta quarta, na estreia do treinador Cristóvão Borges, o Furacão recebeu o Cruzeiro e empatou, por 2 a 2, na Arena da Baixada, pela 30ª rodada da competição. Após ficar na frente duas vezes, o time de Cristóvão Borges cedeu o empate nas duas oportunidades e viu a sequência de jogos sem triunfo aumentar para oito - cinco derrotas e três empates.

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

O resultado deixou o Rubro-Negro paranaense com 38 pontos, na 12ª colocação. A Raposa está uma posição atrás. Na 13ª colocação, o time de Mano Menezes somou 37 pontos. Na próxima rodada, o Furacão recebe o Corinthians, neste domingo, às 16h, na Arena da Baixada, enquanto o Cruzeiro atua contra o Fluminense, também no domingo, às 11h, no Mineirão.

Palmeiras é derrotado pela Ponte Preta no Allianz Parque

Os trinta primeiros minutos da partida foram disputados em baixa velocidade. Com marcação de sobra e criatividade de menos, as equipes protagonizaram um embate morno em grande parte da etapa inicial. A primeira finalização do Atlético-PR saiu dos pés de Walter, que arriscou, mas Fábio fez defesa segura.

Figueirense vence o Flamengo e deixa a zona de rebaixamento

Aos 36, o lance que modificou a cadência da partida. Após nova finalização de Walter, Fábio fez linda defesa. No entanto a bola tocou na trave caprichosamente e sobrou para Ewandro, que completou para as redes. O Cruzeiro acordou e, na melhor oportunidade, Marinho recebeu livre, mas demorou e, quando chutou, o zagueiro Kadu fez a intervenção.

Fred marca, Fluminense joga bem e impede São Paulo de entrar no G-4

Na etapa complementar, o Cruzeiro exigiu do goleiro Wewerton. Após cruzamento de Fabiano, Fabrício cabeceou e obrigou o arqueiro do Furacão a fazer boa defesa e evitar o empate. Aos 17, Damião testou para o gol, e o goleiro do Rubro-Negro paranaense evitou, mais uma vez, a igualdade no placar.

JEC se impõe sobre o Coritiba e volta a ter esperanças contra o rebaixamento

Mais contundente, a Raposa conseguiu empatar, aos 32. O lateral-esquerdo Fabrício cobrou falta com força. A bola ganhou efeito e enganou o goleiro Wewerton. O time celeste continuava melhor e quase virou com Vinícius Araújo. No entanto, no lance seguinte, aos 34, Bruno Pereirinha, que havia acabado de entrar, aproveitou bola espirrada e encheu o pé.

Avaí perde para o Sport por 3 a 0 e vira a defesa mais vazada da Série A

Porém, o Furacão não conseguiu segurar o resultado. Após chute de Vinícius Araújo que bateu na zaga, Arrascaeta tocou para as redes, igualando o placar novamente. No fim, o uruguaio ainda teve chance de virar a partida, mas parou no arqueiro paranaense.

*LANCEPRESS!

 Veja também
 
 Comente essa história