Avaí perde para o Sport por 3 a 0 e vira a defesa mais vazada da Série A João Pedro/PernambucoPress/Lancepress!

Foto: João Pedro / PernambucoPress/Lancepress!

Um velho carrasco abriu o caminho para o Avaí ser derrotado em Recife. Régis é o nome dele. Apesar de ser pequeno, 170cm, o camisa 10 do Sport se acostumou a fazer estragos quando enfrenta o Leão catarinense. Foi assim em 2014, quando com oito gols ele foi o artilheiro do Campeonato Catarinense, defendendo a Chapecoense. Cinco desses gols foram feitos sobre o Avaí — em três partidas.

Anderson Lopes e Antônio Carlos desfalcam o Avaí contra o Palmeiras
Rodrigo Faraco: Derrota e prejuízo para o Avaí
Veja como foi a partida no nosso lance a lance

Desta vez, ele saiu do banco de reservas a aproveitou um erro da defesa azurra para acertar um belo chute e abrir o placar. André ainda fez mais dois para o time da casa que com a vitória por 3 a 0 está praticamente livre do rebaixamento.

Enquanto o Sport escapa quase que definitivamente da Série B, o Avaí volta a ter que olhar para baixo com mais atenção. Ao desperdiçar dois pontos contra o Vasco, em casa na última rodada, a equipe azurra agora volta a se aproximar perigosamente a zona da degola.

O jogo em Recife se desenhava para um bom empate sem gols para o Avaí, porém o time treinado por Gilson Kleina tropeçou mais uma vez na defesa, um dos pontos fracos do time na temporada.

Leia mais do Avaí
Confira a tabela da Série A

Foi em mais um vacilo do sistema defensivo azurra que Régis teve a oportunidade de marcar seu sexto gols contra o Avaí. Aos 15 minutos do segundo tempo, depois de falha de Eltinho pelo lado esquerdo, a bola foi cruzada para a área, Nino Paraíba tentou afastar de cabeça e a bola acabou sobrando limpa para Régis abrir o placar.

A defesa mais vazada

O gol do Sport abriu o caminho para o time da cada aproveitar os contra-ataques e foi assim que André fez seus dois gols. Gols esses que deixaram o Avaí com a pior defesa do Campeonato Brasileiro. Com os três tentos sofridos contra o time de Recife, o Leão ultrapassou o Vasco como pior defesa. Agora são 49 gols sofridos, um a mais que o Vasco.

FICHA TÉCNICA

SPORT (3)


Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Durval, Matheus Ferraz, Danilo Barcelos (Régis); Wendel, Rithely, Neto, Élber, Marlone (Maikon Leite); André (Samuel)

Técnico: Paulo Roberto Falcão

AVAÍ (0)

Diego; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Émerson, Eltinho; Adriano, Eduardo Neto (Pablo), Renan (Rômulo), Renan Oliveira (Camacho); André Lima e Anderson Lopes

Técnico: Gilson Kleina

Gols: Régis (S), aos 15, e André (S), aos 18 e  39 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Wendel e Rithely (S); Antonio Carlos, Anderson Lopes, Nino Paraíba e Renan (A)
Arbitragem: Péricles Bassols Pegado Cortez, Rodrigo Henrique Correa e Luiz Claudio Regazone (trio do RJ)
Local: Ilha do Retiro, em Recife

Clique na imagem e acesse o Guia Online do Campeonato Brasileiro
Guia Online do Campeonato Brasileiro

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história