Chapecoense faz história, elimina o Libertad e se classifica para enfrentar o River Plate na Copa Sul-Americana Sirle Freitas/Especial

Foto: Sirle Freitas / Especial

A Arena Condá viveu uma noite histórica nesta quinta-feira. A Chapecoense está classificada para enfrentar o River Plate nas quartas de final da Sul-Americana. Após empate de 1 a 1 com o Libertad, o mesmo placar do jogo de ida, o Verdão contou com o apoio da torcida para vencer por 5 a 3 nos pênaltis. Isso que jogou todo o segundo tempo com um jogador a menos. Agora, a equipe catarinense encara o River Plate, atual campeão da Libertadores e da própria Sul-Americana. A partida de ida está marcada para o dia 21 de outubro, em Buenos Aires. A volta, na Arena Condá, será no dia 28.

Chapecoense pode superar melhor campanha catarinense na Sul-Americana
"A torcida bateu os pênaltis juntos", comemora Guto Ferreira
Chapecoense cutuca River Plate pelo Twitter: "Estamos llegando"
Veja como foi o minuto a minuto do jogo

O primeiro confronto oficial da Chapecoense contra um time estrangeiro atraiu um bom público, até de outros estados, que viram uma partida eletrizante do início ao fim.

Por ter empatado por 1 a 1 no Paraguai, no jogo de ida, a Chapecoense iniciou a partida classificada com o 0 x 0. Mas voltou a apresentar o mesmo problema dos últimos três jogos no Brasileirão, levando um gol logo no início. Aos dois minutos Jorge González cobrou falta perigosa e Danilo mandou para escanteio. Na cobrança, aos três, Gustavo Mencia fez 1 a 0.

O resultado eliminava a Chapecoense. Mas desta vez a torcida entrou no espírito sul-americano e apoiou o time que, quatro minutos depois, empatou o jogo. Cléber Santana cobrou falta e Túlio de Melo, o atacante que veio da Espanha, fez seu primeiro gol com a camisa do Verdão.

Na comemoração, chegou a dar cambalhotas de alegria. Ao contrário de alguns jogos do Brasileirão, que chegavam a dar sono em alguns momentos, o jogo da Sul-Americana quase não dava tempo para respirar.

E a torcida da Chapecoense prendeu a respiração quando a bola do Libertad parou na trave, bateu e Danilo mas não entrou.

Leia mais sobre a Chapecoense
Confira a tabela da Série A

No início do segundo tempo o torcedor se indignou com a arbitragem após a expulsão de Wanderson, logo a um minuto, por falta. A exemplo do jogo do Paraguai, a Chapecoense ficou com um a menos.

O Libertad aproveitou a vantagem numérica e foi para cima. Primeiro Benitez teve a chance de cabeça, mas mandou para fora. Depois foi a vez de Jorge González receber livre o cruzamento na área e errar o chute a gol.

Mas a Chapecoense de vez em quando conseguia chegar ao ataque. Numa delas Cleber Santana mandou para o gol, a bola ia passando pelo goleiro mas a zaga cortou.

Maranhão também invadiu a área a dribles mas, na hora de chutar,a zaga tirou. Apesar de não conseguir fazer o gol a Chapecoense conseguiu segurar o placar até o final e levar a decisão para os pênaltis. Aos gritos de "Eu acredito!", a Chapecoense se empolgou e converteu todas as cobranças para chegar à vitória por 5 a 3. Noite histórica em Chapecó. Durante a comemoração, Thiego foi expulso. O árbitro Diego Haro alegou que o jogador teria provocado os adversários após a classificação. Nada que impedisse a festa verde.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 (5)
Danilo, Apodi, Thiego, Neto e Dener; Wanderson, Maylson (Tiago Luís), Cleber Santana e Camilo (Gil); Maranhão e Túlio de Melo (Bruno Rangel). Técnico: Guto Ferreira.

LIBERTAD 1 (3)
Rodrigo Muñoz, Jorge Moreira, Fabián Balbuena, Pedro Benitez e Gustavo Mencia; Ángel Lucena (Mario Saldivar), Sérgio Aquino, Richard Ortiz e Jorge González; Wilson Leiva (Jorge Recalde) e Rodrigo López. Técnico: Ever Hugo Almeida

Gols: Gustavo Mencia (L), aos três minutos, Túlio de Melo (C), aos sete do primeiro tempo.
Arbitragem: Diego Haro, Raul López Cruz e Victor Raez (Peru).
Cartões amarelos: Cleber Santana, Tulio de Melo e Neto (C); Richard Ortiz e Ángel Lucena (L).
Expulsões: Wanderson (C), a um minuto do segundo tempo, e Thiego (C), ao fim da disputa por pênaltis.
Público: 9.350
Renda: R$ 94.835
Local: Arena Condá, em Chapecó

Clique na imagem e acesse o Guia Online do Campeonato Brasileiro
Guia Online do Campeonato Brasileiro

DIÁRIO CATARINENSE - Chapecó
 Veja também
 
 Comente essa história