Com gol contra de Van Persie, Holanda perde e está fora da Eurocopa Emmanuel Dunand/AFP

Atacante marcou contra na derrota que eliminou a Holanda

Foto: Emmanuel Dunand / AFP

A Laranja Mecânica enferrujou. Vice mundial em 1974, 1978 e 2010, campeã da Eurocopa em 1988, e semifinalista do torneio em 1992, 2000 e 2004, a Holanda está fora da edição de 2016. O público que lotou a Amsterdam Arena não foi suficiente para evitar a derrota indiscutível por 3 a 2 para a República Tcheca, que jogou com um homem a menos desde o fim do primeiro tempo. O semblante amargurado do técnico Danny Blind foi o retrato perfeito da situação: é a primeira vez desde 1984 que a seleção dos Países Baixos é eliminada na fase de classificação para a competição continental.

Diogo Olivier: a geração de jogadores do Brasil é melhor do que as atuações da Seleção

A Holanda começou atacando. Com um minuto, Zoet fez ótima defesa em conclusão de El Ghazi. O gol, ali, poderia mudar a história do duelo. Assim, os tchecos foram esfriando o adversário, arrumando o time sob o ponto de vista tático, aproveitaram a afobação contrária e passaram a mandar no jogo. Aos 21 minutos, deixando evidente o nervosismo da Laranja, Zoet soltou a bola nos pés de Selassié, que chutou por cima. Aos 23, Skalak rolou para Kaderabek, que bateu entre o goleiro e a trave esquerda: 1 a 0. Parecia impossível, mas Holanda conseguiu ficar ainda mais desarrumada. Aos 34, Sural driblou Van Dijk e enfiou rasteiro: 2 a 0.

Suárez diz que falta pegada ao Barcelona e critica parte da torcida

Já no desespero, Blind trocou o lateral Riedewald por Van Persie, e aos 42min Suchy recebeu cartão vermelho, após derrubar Depay, que seguia livre, por trás. A Holanda foi para cima, criando a expectativa de reação para a etapa derradeira, tanto que a República Tcheca retornou com Prochazka no lugar de Necid, para reforçar a defesa.

Após cancelar reunião, Aidar se despede de funcionários do São Paulo por e-mail

Como era de se esperar, a seleção da Europa central passou a se posicionar na retaguarda, para tentar surpreender nos contra-ataques. Mas a Laranja prosseguiu esbarrando na marcação, e o adversário voltou a tocar a bola, controlando a partida, esperando outro erro da equipe da casa para ampliar. Aos 19, arriscando o que podia, Blind tirou van Dijk e pôs Dost. Inútil. Aos 20, Skalak cobrou falta e Van Persie – sim, ele mesmo – fez contra, em cabeçada indefensável, marcando o terceiro dos tchecos.

Estava tão fácil que os tchecos relaxaram, permitindo que Huntelaar diminuísse o vexame, aos 24, e ameaçasse uma reação, na base do tudo ou nada, quando Van Persie, agora a favor, fez o segundo gol de seu time, aos 37. Mesmo desordenada, a Laranja tentou, sem sucesso, o empate. Sem sucesso. O jogo terminou com o placar de 3 a 2, e a Holanda vai amargar a Euro pela TV. Já a República Tcheca vai em busca do bi da Europa – foi campeã em 1976.

Outros jogos

Nos outros jogos da chave, a combinação de resultados acabou sendo favorável à Turquia. O Cazaquistão derrotou a Letônia por 1 a 0 fora de casa, e jogou a rival para a lanterna. Desta forma, os resultados contra a equipe derrotada que foram desconsideradas. Assim, os turcos se deram bem.

A partida contra a Islândia estava empatada até o fim do jogo, e parecia que ia ficar assim, até por causa da expulsão do turco Gokhan Tore aos 33 do segundo tempo. Mas quase chegando aos acréscimos, Inan marcou para o time da casa, que ficou na condição de melhor terceiro colocado, indo direto à Eurocopa.

*LANCEPRESS

LANCEPRESS
 DC Recomenda
 
 Comente essa história