Com surfistas de 24 países, etapa do WQS em Florianópolis dá pontos para vaga na elite mundial Guto Kuerten/Agencia RBS

Michael Rodrigues, vencedor da etapa em 2014, busca repetir a proeza

Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS

A Praia do Santinho receberá, a partir da terça-feira, as feras do surfe mundial em busca de uma vaga na elite do World Surf League (WSL). São mais de 170 inscritos de 24 países em busca dos 6 mil pontos do WSL Qualifying Series.

Leia mais sobre surfe

No entanto, o limite inicial é de 144 participantes para esta etapa que é a perna brasileira de fim de ano da WSL South America com três provas decisivas na disputa pelas últimas vagas na lista dos dez indicados para completar a elite dos top-34 da World Surf League em 2016.

Entre os surfistas que já confirmaram presença está o atual campeão sul-americano da WSL South America, Alex Ribeiro, que está em Florianópolis desde quinta-feira para começar os treinamentos no Santinho. Quem também já está confirmado é o paulista Caio Ibelli.


Medina brilha na França e vence a primeira etapa em 2015

Já o catarinense Alejo Muniz não vai competir porque sofreu uma contusão participando da etapa do WSL na França, encerrada na quinta-feira com vitória do atual campeão mundial Gabriel Medina.

Quem estará em Florianópolis também é o vencedor da etapa em 2014: o cearense Michael Rodrigues, que mora na Capital e está na porta de entrada da zona de classificação para a elite.

Luta acirrada por vaga na elite

Rodrigues precisa repetir o bom resultado para entrar entre os 10 melhores nesta etapa, pois tem que chegar nas semifinais para ultrapassar o francês Joan Duru, que vem ao Brasil defender a última posição na lista contra vários adversários.

Além dele, o seu compatriota Maxime Huscenot, penúltimo colocado que acabou com a chance de Filipe Toledo seguir brigando pela ponta do ranking mundial do WSL na França, também está confirmado para tentar manter sua vaga, assim como o norte-americano Kanoa Igarashi e o australiano Ryan Callinan.

O Costão do Santinho volta a receber uma etapa do WQS após cinco anos. A última vez que o local sediou uma etapa foi em 2010, época que Medina já impressionava com seus apenas 16 anos de idade ao chegar na decisão do título, vencida pelo mais experiente Bernardo Pigmeu. Essa competição, inclusive, havia sido a última em Santa Catarina, até o WQS retornar para a cidade no ano passado, quando a etapa foi disputada na Praia da Joaquina.

Programação

QS 6000 Red Nose Pro Florianópolis SC

Quando: De terça-feira a domingo

Local: Praia do Santinho, Norte da Ilha de Santa Catarina

Preço: Grátis

Primeira de três provas no Brasil

A etapa de SC inicia a "perna brasileira" de fim de ano da WSL South America, com três provas decisivas na disputa pelas últimas vagas na lista dos 10 indicados para completar a elite dos top-34 da World Surf League em 2016. A segunda ocorre em Itacaré, na Bahia, entre 27 de outubro e 1º de novembro. Entre 2 e 9 de novembro, é realizada a última, em São Sebastisão, no litoral norte de São Paulo.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história