Confira o que Avaí, Chapecoense, Figueirense e JEC precisam fazer para escapar do rebaixamento Montagem sobre fotos de Cristiano Estrela, Sirli Freitas (Especial) e Leo Munhoz/

Foto: Montagem sobre fotos de Cristiano Estrela, Sirli Freitas (Especial) e Leo Munhoz

A pausa no Campeonato Brasileiro motivada pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo proporciona que os atletas se recuperem, que os treinadores testem novas formas de jogo e também que os clubes projetem a pontuação necessária para fugir do rebaixamento. Segundo o professor Kmarão, matemático e colunista do Diário Catarinense, os times precisam alcançar entre 43 e 44 pontos para escapar da Série B de 2016. E para alcançar esse número Avaí, Chapecoense, Figueirense e JEC precisarão ralar muito dentro de campo.

Veja outras notícias do times catarinenses
Confira a tabela da Série A

A missão mais complicada é a do Joinville, lanterna da Série A. Como se verá com mais detalhes abaixo, a equipe tricolor precisará de quase um milagre para evitar o retorno à Segundona. O Alvinegro precisará vencer quase a metade de seus próximos jogos para permanecer na elite. Chapecoense e Avaí estão em melhores situação e, vencendo um terço de seus jogos, além de beliscar um ou dois empates, evitam a queda.

Mais informações do Avaí
Outras notícias da Chapecoense

Figueirense e JEC levam vantagem pois jogam ainda cinco vezes em casa, ao contrário de Avaí e Chapecoense, que atuarão dentro de seu estádio em casa mais quatro vezes.

Outro elemento curioso e que pode determinar o sucesso ou o fracasso de uma das quatro equipes do Estado são os confrontos locais. Todos terão duas partidas contra adversários de Santa Catarina.

Informações do Figueirense
Mais sobre o JEC

Confira os adversários de cada time nesta reta final e o que cada um precisa fazer para não ser rebaixado.

Precisa de 3 vitórias e 2 empates

14/10 - Sport (f)
17/10 - Palmeiras (c)
25/10 - Chapecoense (f)
31/10 - Cruzeiro (c)
07/11 - Atlético-PR (f)
18/11 - JEC (c)
22/11 - Fluminense (f)
29/11 - Ponte Preta (c)
06/12 - Corinthians (f)

Com 33 pontos, o Avaí precisa de 10 a 11 pontos para permanecer na Série A, segundo o professor Kmarão. Três vitórias e dois empates garantem essa pontuação. Com quatro jogos em casa, os duelos contra Palmeiras (31ª rodada), o Cruzeiro (33ª) o JEC (35ª) e a Ponte Preta (37ª) são primordiais. Beliscar um pontinho contra o Sport (30ª) e a Chapecoense (32ª) pode render a continuidade na elite.


Precisa de 3 vitórias e 1 empate

15/10 - Vasco (f)
18/10 - Grêmio (f)
25/10 - Avaí (c)
01/11 - Atlético-PR (c)
07/11 - Fluminense (f)
19/11 - Internacional (c)
22/11 - Figueirense (f)
29/11 - Goiás (c)
06/12 - Atlético-MG (f)

A melhor situação é a da Chapecoense. Necessita de três vitórias e um empate. No entanto, a tabela não ajuda. Além de jogar apenas quatro jogos na Arena Condá, os próximos dois confrontos serão longe do Oeste (diante de Vasco e Grêmio), o que pode desmotivar o elenco e a torcida caso os pontos não venham. Mas depois serão duas partidas em Chapecó, uma contra o Avaí. Esses duelos são primordiais, além do contra o Goiás, na 37ª rodada.


Precisa de 4 vitórias e 1 empate

14/10 - Flamengo (c)
17/10 - JEC (f)
24/10 - Santos (c)
31/10 - Coritiba (f)
08/11 - Atlético-MG (c)
18/11 - Ponte Preta (f)
22/11 - Chapecoense (c)
29/11 - São Paulo (f)
06/12 - Fluminense (c)

Com cinco partidas marcadas para o Orlando Scarpelli, o Figueirense tem mais chances de contar com a torcida para superar os adversários em seu território. Vai precisar, pois o time buscará quatro vitórias e um empate para poder permanecer na Série A. No entanto, Flamengo (30ª rodada), Santos (32ª rodada), Atlético-MG (34ª) e Fluminense (38ª rodada) são confrontos difíceis que ocorrerão na Capital.


Precisa de 6 vitórias e 1 empate

14/10 - Coritiba (c)
17/10 - Figueirense (c)
24/10 - Internacional (f)
31/10 - Ponte Preta (f)
08/11 - Santos (c)
18/11 - Avaí (f)
22/11 - Vasco (c)
29/11 - Cruzeiro (f)
06/12 - Grêmio (c)

Com 24 pontos e apenas cinco vitórias até aqui, o Joinville precisará de uma arrancada espetacular para virar o jogo e garantir-se na Primeira Divisão. O time do Norte do Estado necessita de seis triunfos (mais do que conseguiu até aqui na competição) e um empate. Terá que vencer seus cinco jogos na Arena e ainda beliscar quatro pontos longe de casa para não cair.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história