David Nakhid, ex-capitão de Trinidad e Tobago, é candidato à presidência da Fifa STR/AFP

Foto: STR / AFP

David Nakhid, ex-capitão da seleção de Trinidad e Tobago, é oficialmente candidato à presidência da Fifa. O anúncio foi feito pelo próprio ex-jogador à Agência de Notícias AFP, nesta quarta-feira, em Beirute, onde comanda uma escolinha de futebol.

Comitê de Ética da Fifa confirma processos contra Blatter, Platini e Valcke

Nakhid, de 51 anos, se tornou o terceiro a anunciar candidatura oficial à presidência da Fifa, depois do ex-jogador francês e atual presidente da Uefa Michel Platini e o príncipe Ali Bin Al Hussein, da Jordânia.

— Apresentei minha candidatura na semana passada em Zurique. Tenho o apoio de cinco federações membros da Fifa, mas é melhor que permaneçam em segredo por enquanto — explicou — O vazio (no comando da Fifa) deve ser coberto por alguém que conhece o esporte, seus objetivos e suas necessidades, com o objetivo de devolver o caminho certo para o esporte mais popular do mundo, com uma mudança que todo mundo quer, mas que ninguém empreendeu até agora. A mudança terá necessariamente que afetar o sistema e suas regras, não as pessoas — completou.

Fifa congela candidatura de Platini durante suspensão

Nakhid, que na época atuava como meia, iniciou a carreira profissional na Europa em 1990, no Campeonato Belga com o Waregem, antes de ir para a Suíça (Grasshopper), em 1992. Depois de uma temporada na Grécia, no PAOK Salônica, em 1994-1995, passou por vários clubes, se aposentando em 2005. Com a seleção trinitina, disputou 35 partidas entre 1992 e 2004, marcando oito gols.

As eleições para eleger o novo presidente da Fifa serão realizadas em 26 de fevereiro de 2016 e a data limite para apresentar candidatura é na próxima segunda-feira.

Luiz Zini Pires: Joseph Blatter derrubou Michel Platini

*AFP
 Veja também
 
 Comente essa história