Djokovic vence Tsonga e é tricampeão do Masters 1000 de Xangai Greg Baker/AFP

Foto: Greg Baker / AFP

Novak Djokovic, segue absoluto em 2015. O tenista número um do mundo, dominou o francês Jo-Wilfried Tsonga, atual 15º colocado do ranking, e faturou o tricampeonato do Masters 1000 de Xangai. Em 1h18min, o sérvio fechou o placar por 2 sets a 0, com parciais 6/2 e 6/4.

Marcelo Melo é bicampeão nas duplas do Masters 1000 de Xangai

O jogo começou fácil para o sérvio que suportou o forte saque do francês e com belas devoluções comandou pontos, conquistou duas quebras de saque e abriu 3/0 no placar. No quarto game, Tsonga ensaiou uma reação, devolveu uma das quebras, mas pouco conseguiu fazer. O francês ainda chegou a salvar três setpoints no sétimo game, confirmou seu saque, mas viu Djokovic sacar firme para fechar o set.


Tsonga fica com o vice em Xangai. Imagem: Johannes Eisele/AFP

A segunda etapa foi diferente, apertada, com o francês sacando e trabalhando melhor seus games de serviço. Sólido, o sérvio sequer foi ameaçado pelo rival, perdeu três chances de quebra no quinto game e manteve-se na disputa. Djokovic voltou a ter duas chances de quebra no nono game, mas viu o francês ser agressivo e salvar as oportunidades. O sérvio manteve a devolução agressiva, voltou a ter breakpoint e em um dupla falta de Tsonga sacou para a partida.

Thomaz Bellucci estreia contra Monfils em Viena

Esta foi a segunda final do ano de Tsonga, que iniciou a temporada apenas em março em virtude de uma lesão no joelho direito. Em Xangai, iniciou a campanha com uma virada em cima do espanhol Tommy Robredo, fez jogos longos, ficou um total de 10 horas em quadra somando a batalha de semifinal contra o também espanhol, Rafael Nadal.

Djokovic, por sua vez, chegou a seu 25º troféu do Masters 1000 tendo ficado 4 horas em quadra até a semifinal do torneio de Xangai. Agora, Djokovic está a dois títulos de igualar Nadal como o maior vencedor de torneios do Masters na história.

Quadra principal do Centro Olímpico de Tênis é pintada

*LANCEPRESS
 Veja também
 
 Comente essa história