'É no campo que se ganha futebol, não fora', diz Edson Ratinho após a vitória sobre o Figueirense Leo Munhoz/Agencia RBS

Torcedores do Joinville ergueram réplicas da taça do Catarinense

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Um assunto foi inevitável após a vitória do Joinville sobre o Figueirense na noite deste sábado: o título do Catarinense de 2015, que acabou ficando com o clube da Capital por decisão do STJD. Assim que a partida acabou, a torcida na Arena soltou gritos de "é campeão". Para os jogadores do JEC, não à toa, os três pontos conquistados no clássico tiveram um gostinho especial.

— Estava engasgado porque, dentro de campo, a gente foi campeão, então temos que comemorar. Isto tira um peso das costas porque a gente sabia que tinha mais time que eles — comemorou o goleiro Agenor.

O lateral-direito Edson Ratinho, que não estava naquele Estadual, também não escondeu a satisfação ao fim da partida.

— Não estava aqui no Catarinense, mas fiquei muito sentido pelos meus amigos e pelo título que foi tirado do Joinville, porque é no campo que se ganha futebol, não fora — disparou.

Já o lateral-esquerdo Diego, que fez o cruzamento para Kempes cabecear e marcar o
único gol da noite
, destacou a dificuldade da partida.

— Não fizemos nossa melhor partida, mas impomos nosso jogo. Dissemos no intervalo que o jogo seria decidido numa bola, e foi o que aconteceu — analisou.

Leia mais notícias sobre o JEC
Confira a tabela de jogos e a classificação da Série A
Confira opinião de Elton Carvalho no blog Toque de Letra

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história