JEC recebe o Coritiba para a primeira das duas decisões que fará em casa Leo Munhoz/Agencia RBS

Ricardo Bueno (E) e Kempes (D) formam a nova dupla de ataque do Tricolor

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Durante toda a última semana, o discurso do Joinville foi de que os próximos dois jogos na Série A seriam decisões, que definiriam os rumos do Tricolor: a esperança renovada para fugir do rebaixamento ou o fim do sonho. Nesta quarta-feira, às 21 horas, o Tricolor terá a primeira chance para mostrar que tem condições de transformar as promessas em realidade. Na Arena, o time recebe o Coritiba, adversário direto na parte de baixo da tabela.

:: Leia mais notícias sobre o JEC

Nesta terça, no CT do Morro do Meio, o técnico PC Gusmão enfatizou a importância deste duelo, que é tratado como uma “guerra” por todo o grupo. E o comandante foi cirúrgico na sua afirmação:

:: Confira a tabela de jogos e a classificação da Série A 

– Não se ganha uma partida da boca para fora. Ganha-se dentro de campo, com atitude. A vitória precisa vir como consequência de uma grande atuação.

PC Gusmão teve dez dias para preparar o JEC para esta partida. Aproveitou o tempo para mudar a dinâmica da equipe dentro de campo, principalmente porque não pode contar com importantes peças do elenco, como o zagueiro Bruno Aguiar e o volante Naldo.

Agora, com o tradicional esquema 4-4-2, o JEC espera reencontrar o bom futebol e, principalmente, a vitória. A última vez que o Joinville comemorou um triunfo foi em 23 de agosto, na 20ª rodada, diante do Fluminense.

O Tricolor está praticamente definido para este confronto. A principal novidade é o retorno de Diego, recuperado de lesão, à lateral-esquerda. A única dúvida de PC Gusmão está na defesa, entre Domingues e Rafael Donato para o lugar do zagueiro e capitão Bruno Aguiar.
A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história